Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

12/02/2014 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Idoso é detido por suspeita de estelionato em Tremembé

Homem de 60 anos se passava por falso fiscal da Delegacia do Trabalho. Ele apontava irregularidades no comércio e pedia propina para evitar multa.

Um homem de 60 anos detido na manhã desta quarta-feira (12) suspeito de estelionato em Tremembé. Segundo a Polícia Civil, ele se apresentava como fiscal da Delegacia do Trabalho e pedia dinheiro para não multar empresários e comerciantes. Ele foi flagrado quando tentava aplicar o golpe em uma empresa de pequeno porte da cidade. O proprietário desconfiou e acionou a PM.

Segundo relato da vítima, ele se apresentou como servidor da Delegacia do Trabalho e apontou supostas irregularidades no estabelecimento. Depois disso, ele pediu propina que variava entre R$ 4 e R$ 5 mil para não aplicar a multa. O comerciante teria dito ao golpista que só tinha R$ 3 mil e que pegaria o dinheiro no banco.

Ele combinou com o falso fiscal que a entrega seria feita em frente a um condomínio localizado na Rodovia Álvaro Barbosa de Lima Neto. Assim que o suspeito deixou a empresa a vítima denunciou a ação ao 190. Ao chegar ao local combinado, os policiais realizaram a abordagem e prenderam o idoso no instante em que ele receberia o dinheiro. O suspeito se apresentou aos policiais como detetive particular.

Com o homem, foi encontrado R$ 1,3 mil e a carteira de detetive, que a polícia investiga se é ou não verdadeira. Documentos falsificados também foram apreendidos. O falso fiscal será levado para a cadeia de Guaratinguetá. A pena para esse tipo de crime é de cinco anos de prisão. Ainda de acordo com a polícia, pelo menos outras três vítimas do mesmo golpe na cidade teriam reconhecido o falso fiscal.

Golpe em Pinda

Em Pindamonhangaba, uma mulher de 75 anos foi vítima do golpe do bilhete premiado nesta terça-feira (11) . Segundo a polícia, ela foi abordada por um casal, que lhe ofereceu um bilhete de R$ 300 mil por R$ 10 mil. Os golpistas disseram que eram analfabetos e por isso não iriam conseguir sacar todo dinheiro do blihete – segundo eles, o prêmio só poderia ser sacado se uma quantia em dinheiro fosse paga.

Eles disseram que se ela ajudasse a completar a quantia para sacar o valor do prêmio, iriam dar a ela R$ 100 mil. A vítima sacou R$ 10 mil em dinheiro no banco e entregou ao casal, que fugiu. Ao todo, o suspeito levou R$ 10 mil, um anel de brilhante, uma corrente de ouro e uma aliança de casamento. De acordo com a Polícia Civil, o casal usava trajes sociais quando encontrou a senhora em uma rua do centro da cidade e fez a proposta de dividir o valor do bilhete.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 187 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal