Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

12/02/2014 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia investiga estelionatário que deu 'golpe do gado' em Barretos, SP

Homem comprou animais de pecuaristas e pagou com cheques sem fundo. Prejuízo é de pelo R$ 500 mil; polícia suspeita de mais vítimas envolvidas.

A Polícia Civil investiga o caso de um estelionatário que deu um golpe em pecuaristas em Barretos (SP). De acordo com a polícia, o suspeito, que negociava a compra de gado para depois revendê-lo em leilões, adquiriu cabeças do animal e pagou pelo negócio com cheques sem fundo. O prejuízo das vítimas é de pelo menos R$ 500 mil. A polícia, no entanto, acredita que o golpe tenha sido aplicado em outros criadores do município. O suspeito, que morava em Morro Agudo (SP), está foragido.

O pecuarista Thiago da Silva Trindade diz ter sido uma das vítimas. Trindade conta que já havia negociado com o suspeito, mas afirma que ele sempre honrava as negociações. Em dezembro de 2013, no entanto, o pecuarista se surpreendeu quando descobriu que um cheque dado pelo suspeito estava sem fundos.

"Passei 100 cabeças de gado para ele. Foi um prejuízo de R$ 95 mil. Já o conhecia há algum tempo, sempre negociava com ele e ele nunca tinha deixado a desejar nos negócios que a gente fazia. Você vai pegando confiança, né? Aos poucos ele conquistou todo mundo aqui em Barretos", afirma.

Com o prejuízo, Trindade ficou com apenas 15 cabeças de gado. O pecuarista diz que chegou a procurar pelo golpista, mas não teve mais notícias de seu paradeiro. "Fui na casa dele, mas ele não se encontrava mais lá. Não tivemos mais resposta. O jeito agora é ir controlando as contas e amenizando os gastos na maneira do possível", diz.

A fama de bom negociador do suspeito fez com que o pecuarista Rodrigo Balieiro Caruso também caísse no golpe. No total, foram cinco negociações com o suspeito - apenas três foram honradas, de acordo com ele. "Eu o conhecia de algum tempo. Amigos já negociavam com ele antes, e eu resolvi começar a negociar também. No começo de janeiro os cheques começaram a voltar. Eram compras de outubro e novembro, que ele fez com cheque pré-datado. Meu prejuízo foi de R$ 125 mil. Ele era cativante, amigo, e foi levando a gente no papo", relata.

Investigação

Até o momento, a Polícia Civil recebeu cinco denúncias contra o golpista. De acordo com o delegado Júlio Cesar Cardoso, que investiga o caso, é provável que o homem tenha feito outras vítimas em Barretos. "Muita gente compareceu aqui e não quis registrar ocorrência. Sabemos que outras pessoas também compraram e venderam gado e estão envergonhadas de comparecer e formalizar o boletim na delegacia", explica.

Segundo Cardoso, o homem agia sozinho no município. Durante um ano, o suspeito negociou com dezenas de pecuaristas e pagou corretamente pelas cabeças de gado, até conquistar a confiança dos criadores. "Primeiro, ele comprava e vendia regularmente, era honrado no comércio. Depois, ele passou a procurar as pessoas de Barretos e começou a fazer transações de gado pagas com cheques sem fundos. A partir daí caracterizou-se o estelionato. Estamos apurando a linha de que ele fez tudo premeditado. Tanto que ele gozava de um prestígio e a partir de um certo momento não teve mais nenhum tipo de idoneidade", afirma.

O suspeito, que vivia com a família em Morro Agudo (SP), continua foragido. O homem deve responder pelo crime de estelionato.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 197 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal