Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

12/02/2014 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Idosa é detida ao tentar tirar identidade com nome falso na Bahia

Por: Cássia Bandeira e Danutta Rodrigues

Funcionários do SAC perceberam a ação e levaram a mulher à delegacia. Suspeita irá responder por falsidade ideológica. 8ª Coorpin investiga o caso.

Uma senhora de 78 anos foi detida na tarde de terça-feira (11) após apresentar uma documentação falsa no Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), localizado em um shopping no município de Teixeira de Freitas, na Bahia.

De acordo com Maria Luiza Ribeiro Santos, delegada plantonista da 8ª Cordenadoria de Polícias do Interior (Coorpin), ela portava documentos de uma outra mulher para a obtenção de um novo Registro Geral (RG) e foi surpreendida no atendimento.

"As pessoas que estavam responsáveis perceberam, por causa da impressão digital, que em 2010 ela havia trocado o RG e estava com nomes diferentes. Era a mesma pessoa, mas com nomes diferentes", atestou.

A senhora, que é analfabeta, foi conduzida pela equipe do SAC para se apresentar na delegacia e prestar esclarecimentos sobre o fato. No início do depoimento, a idosa alegava não saber de nada mas, em seguida, confirmou que utilizava um documento emprestado de outra pessoa. "Ela disse que uma mulher emprestou o documento para ajudá-la com a aposentadoria. A idosa repetiu diversas vezes que a intenção era se aposentar. Ela ainda disse que as duas são bem parecidas", completa.

A delegada ainda informou que a suspeita revelou ter pego uma carteira de trabalho que teria sido emprestada pela suposta mulher.

A senhora, que estava acompanhada do filho e do esposo, é residente do município baiano de Itamaraju. "Fiz perguntas para os dois, mas a mulher dizia que nem o marido e nem o filho sabiam do que estava acontecendo", finalizou.

No decorrer da declaração, a suspeita informou à polícia que a outra mulher teria viajado para Portugal e não tinha mais notícias da mesma. Ao final da depoimento, a idosa queixou-se de problemas com pressão alta e foi encaminhada para um hospital da região. A suspeita foi liberada e irá responder por falsidade ideológica. O caso será investigado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 161 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal