Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

12/02/2014 - Boa Informação / Exame Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Facebook é acusado de fraudar venda de anúncios

Por: Marcus Vinícius Brasil

Vídeo explodiu em popularidade ao fazer acusações graves ao sistema de compra de publicidade dentro da rede social de Mark Zuckerberg.

Derek Muller: grande volume de fãs inativos empurraria para baixo o alcance do conteúdo publicado na página, já que os posts dependem de engajamento para serem exibidos para um número maior de fãs

São Paulo – “Fraude do Facebook” é o nome de um vídeo que tem se espalhado como fogo na palha desde que foi publicado ontem, no YouTube. Ele é apresentado por Derek Muller, dono do canal Veritasium, plataforma com mais de 1 milhão de assinantes que publica vídeos educativos na internet. “Fraude do Facebook” explodiu em popularidade ao fazer acusações graves ao sistema de compra de publicidade dentro da rede social de Mark Zuckerberg. Muller sustenta que anunciar no Facebook é desperdício de dinheiro.

A tese do educador é que mesmo quando um usuário compra publicidade pela forma legítima oferecida pelo Facebook – gastando dinheiro para promover sua página –, muitos fãs adquiridos são falsos, não se interessam pela página e, pior, prejudicam o alcance de seu conteúdo até entre os verdadeiros fãs.

Muller usa como premissa o caso do jornalista Rory Cellan-Jones, famoso por ter conseguido milhares de fãs mesmo com uma página que oferecia um serviço falso. O caso expôs o problema do Facebook com curtidas falsas, e levou a empresa a tomar medidas. Cerca de 83 milhões de contas foram apagadas. Mas, segundo Muller, o problema persiste.

O educador fez um novo teste, e utilizou um cupom para comprar publicidade em sua própria página no Facebook. Ele viu a base de fãs do Veritasium saltar de 2 mil curtidas para 70 mil, em poucos meses. O problema, segundo Muller, é que ele não viu aumento no engajamento.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 171 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal