Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

06/02/2014 - O Momento Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpes têm chamado atenção de autoridades

Por: Franciele Gasparini


Fraudes, golpes, furto qualificado. A população está cada vez mais sendo bombardeada por pessoas, que, agindo de má fé, tentam tomar o patrimônio alheio, sobretudo dinheiro. Depois de registrados casos como o golpe do achadinho e do bilhete premiado, em Curitibanos, as autoridades estão alertas e buscam orientar a população para que não caia em situações como essas.

É difícil se deparar com alguma pessoa que não tenha recebido uma mensagem de texto no celular afirmando que foi ganhadora de prêmios. Carros, casas, quantias em dinheiro... As formas de ganhar a atenção da possível vítima são muitas. Uma delas, que tem ocorrido nos últimos meses, também está levando pessoas ao erro, quando chega à residência um boleto bancário, com bandeiras geralmente conhecidas da vítima, para pagamento de parcelas. No entanto, ao confirmar a dívida junto ao banco ou operadora de cartão, a pessoa constata que se trata de um golpe. “Esses tipos de golpe devem ser registrados na Delegacia para que possamos rastrear os criminosos”, orientou o delegado Fabiano dos Santos Silveira.
Segundo ele, é importante que as pessoas chequem informações e evitem retornar ligações ou mesmo pagar dívidas sem conferir na agência para saber se existem. Quanto às ligações telefônicas, o correto é ignorá-las.
O delegado observou que, em grande parte dos casos, a principal culpada é a ganância. Atraídas pela promessa de dinheiro fácil, as vitimas acabam caindo em golpes. De acordo com ele, mulheres, aposentados e pessoas em situação de vulnerabilidade são os principais alvos. Nos casos de golpes como do achadinho e do bilhete premiado, geralmente, a vítima esteve em agências bancárias, sacando valores ou mesmo os benefícios de prestação continuada. Por isso, o delegado dá a dica: quando estiver em agências bancárias, principalmente em locais onde há grande fluxo de pessoas, é preciso observar o ambiente; caso perceba alguma anormalidade, como indivíduos muito próximos dos caixas eletrônicos ou observando as transações, o ideal é evitar o saque ou pedir auxílio a um atendente.
O delegado lembra, que o golpe do achadinho é classificado como furto qualificado pela fraude, uma vez que o criminoso envolve a vítima para apropriar-se de seu patrimônio. Nesse caso, a pena é de dois a oito anos de prisão. “Seguimos as investigações do último caso e estamos perto de um desfecho”, completou.
Um golpe que também engrossa os inquéritos da Delegacia de Curitibanos é o de financiamento de veículos. Dos 16 inquéritos deste mês, cinco são estelionato no financiamento de veículos, sendo que dois deles são do mesmo autor. “O número tem nos preocupado, pois não passa uma semana sem um registro desses. Por isso, alertamos a população que verifique a procedência de pessoas que estão negociando veículos por financiamentos e deixando as vítimas com dívidas e sem automóvel”, alertou.
Nos casos registrados, o golpista acaba saindo ileso, uma vez que não é possível estabelecer um vínculo com a vítima. O delegado salientou que, caso a pessoa esteja com dívida, tente negociar diretamente com o banco, evitando cair em golpes como esse.

DADOS NACIONAIS

Em 2013, foram registradas 2.204.158 tentativas de fraude conhecida como roubo de identidade, em que dados pessoais são usados por criminosos para firmar negócios sob falsidade ideológica ou mesmo obter crédito com a intenção de não honrar os pagamentos, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraudes ao Consumidor. Isso representa uma tentativa de fraude a cada 14,5 segundos no país.
O resultado é recorde histórico registrado pelo indicador, apresentando alta de 3,04% em comparação a 2012, quando foram registrados 2,1 milhões de tentativas; alta de 12,39% em relação a 2011, com 1,9 milhão de registros; e alta de 17,56% em relação a 2010, com 1,8 milhão.

Cuidados simples para não ser vítima de golpes

- Não forneça dados pessoais para pessoas estranhas
- Não confirme suas informações pessoais ou número de documentos por telefone, tomando cuidado com promoções ou pesquisas
- Não perca de vista seus documentos de identificação quando solicitados para protocolos de ingresso em determinados ambientes ou quaisquer negócios
- Tome cuidado ao digitar a senha do cartão de débito/crédito na hora de realizar pagamentos, principalmente na presença de desconhecidos
- Não faça cadastros em sites que não sejam de confiança e tenha cuidado com sites que anunciam oferta de emprego ou promoções
- Tome cuidado com dados pessoais nas redes sociais, que podem ajudar os golpistas a se passar por você

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 89 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal