Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/12/2007 - Correio Braziliense Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ex-governador do RN é preso em Brasília acusado de falsidade ideológica


O ex-governador do Rio Grande do Norte Fernando Antonio da Câmara Freire foi preso nesta quarta-feira em Brasília acusado de falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e peculato. Ele foi detido por policiais militares do Distrito Federal por volta das 8h, no hotel Naun Plaza, no setor hoteleiro Sul. O mandado de prisão foi expedido pela 8ª Vara Criminal de Natal a pedido do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte.

Freire responde a ação penal na Justiça do Rio Grande do Norte por desviar recursos públicos entre janeiro e dezembro de 2002, quando governou o Estado depois que Garibaldi Alves (PMDB-RN) deixou o cargo para disputar uma vaga no Senado. O suposto esquema ficou conhecido como “caso dos gafanhotos”. Segundo denúncia feita pelos promotores do Patrimônio Público do Estado, o ex-governador se apropriava de gratificações dadas a 40 funcionários fantasmas. Além de Freire, também foram denunciados uma funcionária do governo, que retirava o dinheiro das contas, e um gerente do Banco do Brasil, que facilitava os saques.

Os promotores solicitaram a prisão preventiva de Freire porque, segundo o Ministério Público, o ex-governador não comparecia aos depoimentos ou não era localizado em sua residência para receber as notificações. A Justiça deferiu o pedido de prisão preventiva no mês passado e encaminhou o mandado às polícias Federal e Militar do Rio Grande do Norte e do Rio de Janeiro, onde o ex-governador estaria morando com familiares, segundo informações do Ministério Público.
O setor de inteligência do Ministério Público descobriu que Freire estava em Brasília e pediu auxílio da Polícia Militar do Distrito Federal para prendê-lo. Segundo o Ministério Público, o ex-governador ainda está em Brasília aguardando a chegada de um delegado que foi designado para levá-lo até Natal, onde ficará preso no Quartel da Polícia Militar.

Outro lado

O advogado Fábio Holanda, que defende o ex-governador, explicou que nas duas vezes que Freire foi intimado a prestar depoimento não compareceu por problemas de saúde. Segundo Holanda, em ambos os casos foi juntado ao processo atestado médico justificando a ausência.

Holanda explicou ainda que Freire mora na mesma casa desde 1980 e que, no caso de não ser localizado em sua residência, a Justiça poderia notificá-lo por meio de seu advogado. “Nós respeitamos o Poder Judiciário, mas não podemos admitir atos de arbitrariedade de promotores que conseguiram um mandado para uma prisão arbitrária para uma pessoa que está em local certo e sabido”, afirmou Holanda.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 285 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal