Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

06/02/2014 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

SP: novo RG promete reduzir fraudes e auxiliar na identificação de criminosos

Por: Janaina Garcia

Novo modelo foi apresentado hoje de manhã pelo governo e tem poucas mudanças visuais, mas traz código que pode auxiliar polícia em identificações.

Foi lançado nesta quinta-feira em São Paulo o novo modelo de cédula de identidade feito a partir da coleta biométrica. Além de mudanças visuais como o número de identificação e a assinatura do usuário, ambas agora em vermelho, o novo documento traz um código que promete dificultar fraudes e auxiliar nas investigações de crimes.

O novo modelo foi lançado durante a cerimônia de inauguração da nova Central de Expedição de Carteiras, na Luz, região central de São Paulo. Um posto instalado no prédio e outros dez, no interior do Estado, expedirão o documento, que será gratuita ao cidadão e custará ao Estado R$ 9,69 (o valor antigo era R$ 35) e não terá mais necessidade de se levar, para expedição, uma foto 3x4 –ela será feita no próprio posto.

Os postos no interior ficam nos Departamentos de Polícia Judiciária do Interior (Deinters). Na capital, o novo modelo começa a ser emitido pela rede Poupatempo a partir de março.

O código “QR Code” vem no verso do documento e armazenará informações como nome do portador e datas de nascimento e de emissão do RG. O código poderá ser lido em dispositivos móveis da Polícia Civil.

Grella: novo RG auxiliará nas investigações criminais

De acordo com o secretário estadual de Segurança Pública, Fernando Grella, a nova carteira, sobretudo pelo código, representa “um avanço extraordinário” tanto para a identificação civil quanto para a criminal. Segundo Grella, todos os policiais civis e militares do Estado também serão cadastrados no formato digital.

“Isso vai favorecer a investigação criminal e permitir que o policial na rua, pelo QR Code, verifique com um aplicativo se aqueles dados são corretos, e não mais apenas pela fotografia”, afirmou, para completar: “Além disso, é um avanço grande também porque os vestígios (digitais) de locais de crimes existem e são elementos importantes na elucidação. Temos hoje 17 mil laudos para serem analisados e diagnosticados”, completou Grella.

Ainda conforme o secretário, nas próximas semanas serão firmados convênios com as secretarias estaduais de Administração Penitenciária (SAP) e de Educação para que internos dos 152 presídios de São Paulo, além de alunos a partir de 5 anos sejam cadastrados já para o novo documento.


Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 178 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal