Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

04/02/2014 - O Tempo / SuperNotícia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casal é preso em BH após causar prejuízo de R$ 800 mil a bancos

Por: Carolina Caetano e Johnny Cazetta

Suspeitos criaram uma empresa fantasma e tentavam abrir contas bancárias; os crimes aconteciam há cerca de quatro anos.

Um casal foi preso, nessa segunda-feira (3), suspeito de estelionato. O homem e a mulher tentavam abrir uma conta bancária em uma agência no centro de Belo Horizonte com documentos falsos. Durante o esquema, que durou cerca de quatro anos, o prejuízo aos bancos chegou a R$ 800 mil.

Bruno de Oliveira Trindade, 30, e a fotógrafa Raquel Vilaça da Silva, 28, foram presos quando estavam com documentos falsos em uma agência do bairro Boa Viagem, região Centro-Sul da capital. De acordo com a Polícia Militar (PM), uma empresa fantasma teria sido montada pelos dois para facilitar a ação. “O nome da empresa lhes dava mais credibilidade, além da boa aparência dos dois. Basicamente, o que eles faziam eram criar contas e empréstimos nos nomes de outras várias pessoas”, afirmou o delegado Sandro Lana.

Para a polícia, o dinheiro era usado para manter a casa do cala na região do Barreiro, além de compras de produtos de grife e de carros de luxo que eram financiados com o dinheiro dos golpes aplicados.

Em um primeiro momento, Trindade confessou os crimes e ainda teria dito que outras pessoas também participavam do esquema. Ele passou o nome de um advogado e um contador, que devem ser investigados. Já Raquel negou envolvimento nos golpes.

Durante a prisão do casal, foram apreendidos oito cartões bancários, em torno de R$ 14 mil em cheques, documentos falsos e um carro Chevrolet Cruze. O delegado ainda informou que Trindade deve ser indicado pelo crime de uso de documento falso referente à ocorrência no golpe que estava tentando aplicar ontem. No entanto, ele e a namorada ainda serão investigados pela Polícia Civil. “Ela foi solta porque não comprovamos a participação dela, mas as investigações irão continuar”, afirmou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 154 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal