Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

14/12/2013 - Local.PT Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

CIAC alerta para fraude virtual em Póvoa de Varzim


PÓVOA DE VARZIM – Nesta época festiva tenha em especial atenção às compras online. Este é o conselho dado pelo Centro de Informação Autárquico ao Consumidor que lhe sugere alguns truques para evitar fraudes.

A Comissão Europeia divulgou, no passado dia 6 de Dezembro, um Estudo do European Consumer Centre Network (ECC-Net), sobre a fraude no comércio online e avança com cinco “truques” para evitá-la nesta época festiva.

Segundo, Neven Mimica, comissário para a política do consumo da União Europeia, “as compras online estão a disparar uma vez que os consumidores tiram vantagem de um único mercado digital. No entanto, o risco de fraude está igualmente a aumentar. O relatório da ECC é um lembrete oportuno para a necessidade de que os consumidores façam compras inteligentes e evitem as armadilhas dos fraudadores”.

No âmbito do crescente aumento do consumo online, a par com o crescente aumento da fraude virtual, o relatório sugere cinco truques para evitar embustes.

Tome em atenção!

“Nem tudo o que reluz é ouro”

As ofertas boas demais para serem verdade são, muitas vezes boas demais para serem verdade. Seja ultra-cauteloso em verificar as condições como palavras em letra pequenina e outros itens. Confirme que as condições de entrega e, principalmente, de devolução são bem explicadas. Tome atenção às subscrições escondidas quando aceita uma amostra grátis. Veja ainda os falsos “Trustmark logos” e verifique se o “Trustmark” em questão existe realmente.

“Dinheiro não é Rei: Escolha um método seguro de pagamento”

Nunca efectue transferências de dinheiro. Não há retorno possível quando a “coisa” corra mal. Verifique se o site em causa oferece um método seguro de pagamento. E nesse caso pode confirmar através de uma pequena chave ou cadeado que aparece no canto inferior do seu ecrã ou percebendo se a morada de internet começa com https://. O pagamento com cartão de crédito ou outro método seguro de pagamento é, na maioria das vezes, o mais seguro: as empresas vão, sob determinadas condições devolver-lhe o dinheiro caso tenha comprado um serviço ou produto que não foi entregue.

O que é que eles têm de esconder?

O site tem que ter as informações mínimas exigidas pela legislação da EU: identidade do comerciante, morada de email, método de pagamento e entrega, duração mínima do acordo para o serviço contratado e um período de reflexão, durante o qual pode mudar de ideias e devolver os bens sem quaisquer explicações.

Verifique se o preço está correto

Segundo a legislação da União Europeia, o preço da oferta apresentada deve ser o preço final, incluindo o IVA e outras taxas, bem como eventuais comissões administrativas. Os custos e opções devem ser bem explicados e fixados. No entanto, se comprar num site fora da União Europeia, poderá ter de pagar o IVA do seu país, direitos alfandegários e taxas de transporte. Isto poderá causar-lhe um choque desagradável.

Nunca fale com estranhos

Os truques podem também passar por incluir conselhos em como bloquear comerciantes online desconhecidos e o que fazer no caso de ser vítima de um site fraudulento. Ignore o chamado “spam” e “livre-se” de emails inesperados. Nunca disponibilize quaisquer informações pessoais ou financeiras que sejam pedidas num qualquer email e nunca em “links” suspeitos ou abra um anexo desconhecido. As empresas legítimas nunca vão pedir informação pessoal desta forma. No seu telemóvel ou “tablet”, faça apenas downloads de aplicações de lojas autorizadas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 177 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal