Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

13/12/2013 - R7 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Vítima de "golpe da tampinha" confessa morte de estelionatário no centro de BH

Por: Enzo Menezes

Carlos Henrique Rodrigues perdeu R$ 3.800 para os golpistas.

Assassino confesso de um homem que aplicava o "golpe da tampinha" no centro de Belo Horizonte, Carlos Henrique dos Santos Rodrigues, 26 anos, explicou na tarde desta sexta-feira (13) que cometeu o crime porque foi enganado na última semana por Ênio Lúcio Vieira, 40.

Há sete dias, ele apostou e perdeu R$ 1.800 no "jogo" na avenida Oiapoque. Os estelionatários perceberam que ele tinha mais R$ 1.000 e o deixaram ganhar para acreditar que não havia golpe. Por isso, deveria receber o dobro - R$ 2.000. O golpista disse que só tinha no momento o valor apostado, mas pediu para Carlos Henrique depositar R$ 2.000 para receber R$ 4.000 que seriam sacados no banco. Segundo o delegado Antônio Warley, da 2ª Delegacia de Homicídios do Barreiro, ele acreditou na promessa.

— Por ambição de ganhar o dobro, ele transferiu o dinheiro, mas os golpistas sumiram. Ele disse que voltou ao ponto para cobrar os R$ 2.000 que teria perdido injustamente, mas por estar armado fica claro que tinha toda a intenção de matá-lo. Ao voltar ao ponto nesta sexta, o Ênio o reconheceu e começou a rir. Foi quando o Carlos puxou um revólver e atirou.

A bala perfurou o ombro e o coração de Ênio, que morreu antes de ser socorrido. O atirador foi perseguido por policiais civis que reforçavam a segurança no centro por causa das compras de fim de ano. Ele ainda tentou roubar um carro, mas foi preso quando tentava dar a partida. O homem será levado para O Ceresp Gameleira. O comparsa de Ênio no golpe ainda não foi encontrado.

Os policiais verificaram que Carlos Henrique foi preso por tráfico de drogas em 2008, ficou seis meses preso e foi absolvido pela Justiça. Ênio já havia sido detido por estelionato, porte ilegal de armamento restrito e furto, além de ter na ficha quatro contravenções penais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 128 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal