Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

11/12/2013 - O Tempo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Funcionários públicos de Monte Carmelo são presos por fraude

Investigação aponta para a prática de fraude em licitação, corrupção, peculato, destruição de dados e documentos públicos e atos de improbidade.

O secretário municipal de Fazenda, a controladora interna da Câmara Municipal e um empresário do ramo da construção civil foram presos preventivamente durante a operação Feliz Ano Novo, realizada em Monte Carmelo e Uberlândia, no Triângulo Mineiro, realizada nessa terça-feira (10). Mandados de prisão e busca e apreensão de documentos e provas foram cumpridos. A operação foi realizada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da Promotoria de Justiça de Monte Carmelo e do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (GCOC), com o auxílio das polícias Civil e Militar de Minas Gerais. A operação envolveu 35 militares e quatro servidores do MPMG, além dos promotores e procuradores de Justiça integrantes do GCOC.
Veja Também Prefeito perde mandato após ser investigado por fraude em licitação Ex-prefeito investigado por fraude em licitação paga fiança e é solto Prefeito é indiciado por suposta fraude em processo licitatório Mais
A decisão judicial determinou, ainda, o afastamento dos cargos e funções públicas dos presos preventivamente e também do pregoeiro e presidente da Comissão Permanente de Licitação da Prefeitura, de outro membro da comissão de licitação local, do contador da Prefeitura e do pregoeiro do Departamento de Água e Esgoto de Monte Carmelo.

Foi determinado ainda que todos os investigados mantenham distância e fiquem impedidos de manter contato com as testemunhas da investigação. Essa determinação inclui, além dos investigados, outros dois empresários da construção civil, um médico e um secretário municipal de Catalão, em Goiás.

Foram apreendidos mais de 20 computadores e documentos na Prefeitura e na Câmara Municipal de Monte Carmelo, em um escritório de contabilidade e em mais 12 endereços, sendo quatro deles em Uberlândia. O material apreendido durante a operação Feliz Ano Novo foi encaminhado à sede do MPMG em Monte Carmelo para análise e conclusão da investigação.

Entenda o caso

Segundo promotores de Justiça responsáveis pela operação, dados apontam para a formação de uma estruturada organização criminosa, na qual estão envolvidos servidores públicos de Monte Carmelo, bem como políticos que foram derrotados nas eleições de 2012 na cidade.

De acordo com as investigações, a organização atuou em processos licitatórios realizados em 2013, em Monte Carmelo, voltados a limpeza de vias públicas e praças, bem como a reformas de unidades de saúde do município. Esses processos sequer eram realizados de verdade. As empresas envolvidas no esquema participavam apenas para dar aparência de legalidade ao certame, quando, na realidade, já estava tudo direcionado à vitória das empresas eleitas pelo grupo para prestar os serviços e cometer crimes contra a administração pública local.

A investigação já conta com 14 volumes de documentos, inclusive interceptações telefônicas e gravação ambiental dos investigados, e segue em caráter reservado, pois envolvem provas resguardadas por sigilo constitucional. Os dois homens e a mulher estão no Presídio de Monte Carmelo.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 136 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal