Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

05/12/2013 - CBN Foz Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia apreende 15 mil óculos na Feira dos Importados, no DF


A Delegacia de Combate aos Crimes contra a Propriedade Imaterial (DCPIM) prendeu nesta quinta-feira (5) no Distrito Federal nove chineses e uma brasileira suspeitos de comercializar óculos falsos. Durante a operação, foram apreendidos 15 mil óculos em 20 bancas da Feira dos Importados, localizada no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA).

Os acessórios haviam sido importados da China e são imitações de marcas famosas. O delegado-chefe da DCPIM, Luiz Henrique Sampaio, afirma que foi possível chegar até os feirantes depois que escritórios de advocacia que representam as marcas internacionais denunciaram a venda ilegal.

Cada óculos era vendido por R$ 25, o que faz a polícia estimar em torno de R$ 375 mil op valor dos produtos apreendidos. Das 20 bancas visitadas pelos agentes, duas funcionam de forma improvisada num corredor entre os blocos A e B da Feira dos Importados do SIA.

No grupo dos dez presos, três chineses são proprietários de bancas, e o restante, incluindo a brasileira, são empregados, informou a DCPIM. Os estrangeiros, afirma o delegado Sampaio, poderão agora ser chamados na Polícia Federal para explicar a participação deles no crime.

Sampaio diz que a PF pode instaurar um inquérito para verificar o visto de permanência dos chineses. "Monitoramos constantemente os setores do centro comercial do DF. Com isso, já reduzimos em mais de 90% o número de bancas especializadas em mídias piratas, por exemplo. Agora, vamos partir desse resultado para coibir a venda de produtos, como óculos falsos, que podem causar risco à saúde", disse Sampaio.

Todos os presos já foram liberados após assinarem um termo se comprometendo a comparecer à Justiça quando convocados. Se condenados, eles podem pegar de um a três meses de prisão por violação de marcas.

Essa foi a segunda maior apreensão de óculos no Distrito Federal realizada pela Polícia Civil. No início do ano, agentes apreenderam cerca de 30 mil óculos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 63 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal