Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

04/12/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Documentos de suposta fraude são encontrados no lixo em Alvorada, RS

Grupo é suspeito de receber vale-alimentação em nomes de outras pessoas. Secretaria de Administração diz que ampliará as investigações do caso.

Foram encontrados no lixo documentos que podem comprovar um suposto desvio de dinheiro que deveria ter sido gasto com alimentação de funcionários públicos de Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre, como mostra o RBS Notícias (confira no vídeo). Dezenas de cartões de vale-alimentação, alguns deles amassados, quebrados e queimados, foram entregues à reportagem da RBS TV.

A prefeitura informou que já vinha investigando uma lista paralela de servidores fantasmas, aos quais eram creditados valores até R$ 5 mil por mês. No entanto, quem ficava com os cartões e as senhas, conforme a investigação, era os integrantes do grupo que montou a fraude.

Os valores erem recebidos nos nomes de outras pessoas, na maioria moradores de bairros afastados de Alvorada. Alguns sequer chegaram a trabalhar na administração municipal.

A auxiliar financeira Andressa Rees Silva descobriu recentemente que no dia 9 de janeiro de 2012 um cartão de vale-alimentação em seu nome foi usado em uma compra de pneus no valor de R$ 2 mil. No entanto, já faz seis anos que ela saiu da prefeitura, onde trabalhou como estagiária.

"Vou procurar meus direitos. Eles vão ter de tirar meu nome, deixar meu nome limpo, porque na verdade eles estão usando meu nome para uma coisa que eu não usei, não gastei", afirmou.

No material encaminhado à reportagem também aparecem notas fiscais e comprovantes de pagamentos. A maioria das despesas não tem relação com alimentação.

"As compras que foram identificadas ultrapassavam em grande monta o valor que eles recebiam de salário", diz o advogado Diego Cabral. “Se uma delas cai numa malha fina da Receita Federal é fácil a verificação de que existe algum tipo de crime", acrescenta.

As autoridades receberam um CD com as imagens do local onde os pneus supostamente comprados com o dinheiro desviado eram armazenados. O endereço é o mesmo da residência de um dos suspeitos. A Secretaria de Administração disse que ampliará as investigações.

"A partir do que identificamos da fraude, suspendemos o contrato com a empresa e os servidores ganham em dinheiro o valor de vale refeição e vale alimentação, e não mais em cartão", disse o secretário de Administração de Alvorada, Ramiro Passos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 118 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal