Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/12/2007 - Gazeta do Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Receita destrói 2 mil toneladas de pirataria


Duas mil toneladas de produtos ilegais, que somam R$ 46,7 milhões, foram destruídas ontem em todo o país na segunda edição do Mutirão Nacional de Destruição de Mercadorias Apreendidas. Entre os produtos estão CDs e DVDs piratas, bolsas, brinquedos, óculos, tênis, bebidas e máquinas para jogos de azar que não poderiam ser levados a leilão, doados a entidades sem fins lucrativos ou incorporados ao patrimônio público por estarem em desacordo com normas que regulam seu consumo e utilização. Também foram destruídos medicamentos e alimentos impróprios para consumo, além de agrotóxicos e venenos.

No Paraná, as mercadorias destruídas nas cidades de Maringá, Foz do Iguaçu, Londrina, Cascavel e Curitiba, entre outras, foram avaliadas em mais de R$ 2 milhões. Em Maringá, no Noroeste do estado, a destruição dos produtos piratas deixou autoridades em alerta. Houve princípio de incêndio durante a passagem do rolo compressor sobre as mercadorias, que continham alto teor de álcool (em perfumes falsificados) e pólvora (caso de alguns brinquedos).

Funcionários da prefeitura tentaram apagar o fogo com extintores até que o Corpo de Bombeiros chegasse. “Temos que chamar a atenção das autoridades por nossa conta”, reclamou o empresário e representante da Associação Paranaense de Combate à Pirataria (APCP) em Maringá, Márcio Francisco, que cobrou ações mais enérgicas contra a venda de produtos falsificados.

Foram destruídos aproximadamente R$ 1,6 milhão em mercadorias ilegais.. A inutilização começou na última sexta-feira no depósito da Receita Federal. Ontem, foi apenas um ato simbólico. Parte da sobra dos produtos foi doada para cooperativas de reciclagem de lixo da cidade.

A Receita Federal informou que foram destruídos 30 mil óculos, 17 mil CDs e DVDs, 5 mil relógios, 1,3 mil cartuchos de videogame e mil armas de brinquedo.

Em Foz do Iguaçu, a Receita destruiu na manhã de ontem 145.601 óculos de sol contrabandeados, utilizando um rolo compressor. A mercadoria, apreendida este ano em diversas ações da RF, foi avaliada em R$ 587 mil. Os fiscais encaminharam o que sobrou do material para o aterro sanitário da cidade. Os óculos são adquiridos facilmente em lojas ou nas ruas do comércio de Ciudad del Este, fronteira com Foz do Iguaçu. Cada peça, imitando originais, custa de R$ 10 a R$ 20.

Em Curitiba, um rolo compressor destruiu produtos contrabandeados, ao lado do terminal de ônibus do bairro Boqueirão. Entre as mercadorias havia CDs, DVDs, relógios e máquinas caça-níqueis. Em Cascavel, a destruição dos produtos piratas ocorreu no aterro sanitário da cidade. Foram R$ 110 mil em produtos contrabandeados apreendidos na região Oeste do estado.


Combate - Apreensões somam R$ 855 milhões até outubro

Até outubro, a Receita apreendeu cerca de R$ 855 milhões em mercadorias. Isso significa um aumento de 14% no combate à pirataria, à falsificação, ao descaminho e ao contrabando em relação ao período de janeiro a outubro do ano passado. Nesse mesmo período, 30% das mercadorias foram destruídas, 34% foram incorporadas por órgãos públicos, 14% foram doadas a entidades beneficientes, 10% foram leiloadas e 12% foram devolvidas aos interessados por decisão administrativa ou judicial.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 273 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal