Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

07/12/2013 - Diário de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende golpista de bilhete premiado

Por: Natália Bueno

Vítima desconfia da atitude de vendedora e liga para a PM. Segunda vítima já reconheceu a acusada.

A vendedora Viviany Araújo Estanislau, de 30 anos, foi presa nesta quinta após tentar aplicar golpe do bilhete premiado. A vítima, a professora L. R., de 71 anos, suspeitou da atitude da vendedora e chamou a polícia. Outra vítima que teria caído no golpe em novembro deste ano reconheceu a acusada nesta sexta.

Segundo o boletim de ocorrência, a professora estava saindo de uma clínica no bairro Boa Vista quando foi abordada por Viviany. Em depoimento à polícia, a professora disse que a golpista teria lhe dito que ganhou na megasena e queria vender o bilhete.

Neste momento, um homem se aproximou dizendo ser dono de uma transportadora e que iria ajudar a golpista. Ele teria feito uma suposta ligação para a Caixa Econômica Federal e confirmado que o bilhete era premiado.

A vendedora teria perguntado à professora se ela tinha dinheiro no banco e joias em casa. A vítima disse que sim e que iria em casa buscar dinheiro e depois se encontrariam em frente a uma lanchonete no bairro Jardim Primavera .

Quando a professora estava em casa, ligou para o irmão para contar sobre o prêmio e foi alertada por ele sobre o golpe do bilhete premiado.

A professora ligou para a Polícia Militar, que foi até o local combinado. Quando os policiais chegaram, havia dois homens com a mulher, um deles o suposto dono de transportadora. Os dois fugiram em um carro Volkswagen Jetta. A vendedora foi presa e responderá por estelionato.

Outra vítima/ Uma idosa, que não teve o nome divulgado, vítima do mesmo golpe no dia 26 de novembro deste ano, reconheceu a golpista nesta sexta, segundo o delegado Luís Alberto Bovolon. A vítima perdeu R$ 30 mil.

De acordo com Bovolon, Viviany nega que tenha dado o golpe na idosa, porém confessou o crime contra a professora. Quanto aos dois homens que fugiram, a vendedora nega que eles estejam envolvidos nos crimes e disse que ela praticou tudo sozinha.

A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) está fazendo levantamento de casos de estelionato, para que possíveis vítimas da golpista possam reconhecê-la.

opinião: Wilson Gasino - Editor do BOM DIA Rio Preto
Desconfie sempre

Esse tipo de golpe é um dos mais difíceis para se pegar os criminosos. A vítima acaba tão envolvida na conversa dos vigaristas que muitas vezes perde a noção das circunstâncias e depois não consegue dar informações à polícia. E também porque a isca usada é a ambição da vítima, que se sente envergonhada ao cair no golpe e às vezes até abre mão de dar queixa. Ela não tem que ter vergonha, pois são criminosos muito bem preparados e a melhor arma para detê-los é não se deixar envolver. O negócio é ficar de olho aberto e evitar qualquer proposta de dinheiro fácil.

MAIS

Como evitar
Segundo o delegado Luís Alberto Bovolon, as pessoas devem sempre ficar atentas quando alguém se aproxima dizendo que está com bilhete premiado. “O golpista geralmente oferece o bilhete por um preço menor que o prêmio. Ninguém quer perder dinheiro”, disse ele. Segundo o delegado, é importante nunca passar dados bancários e, quando desconfiar de golpe, ligar imediatamente à polícia. “São criminosos difíceis de prender, já que a vítima percebe que caiu no golpe apenas depois de dar dinheiro. ” Segundo Bovolon, há seis anos, mãe e filho foram presos pelo mesmo crime em Rio Preto.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 179 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal