Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

29/11/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Suspeito de clonar cartões de crédito pula de 3º andar de prédio para fugir

Por: Rodrigo Martins

Fábrica clandestina foi descoberta em Praia Grande, no litoral de SP. Homem conseguiu fugir e continua foragido.

A Polícia Civil descobriu uma fábrica clandestina de clonagem de cartões de crédito na tarde desta sexta-feira (29), em um prédio na Rua Rio Branco, no bairro Canto do Forte, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. O principal suspeito, Eduardo Santos, de 32 anos, conseguiu fugir do local pulando do terceiro andar do edifício.

Além de Eduardo, duas jovens estavam no apartamento, uma de 14 anos e outra de 10. Elas prestaram depoimento na Delegacia Sede de Praia Grande.

No local, a polícia descobriu uma verdadeira fábrica de cartões e tickets de refeição clonados. Além disso, foram apreendidas máquinas e aparelhos que serviam para a confecção desses ítens.

A polícia ainda não tem a confirmação de que Eduardo Santos tem antecedentes criminais em sua ficha. “Será feita a planilha dele. Não temos essa informação ainda, mas tudo leva a crer que sim, até mesmo pela estrutura que encontramos no apartamento. Somente alguém no mais alto grau do crime seria capaz disso. Era algo bem sofisticado”, diz o delegado Bruno Mateo Lázaro, responsável pelo caso.

Lázaro acredita que outras pessoas devem estar envolvidas no esquema. “Tudo leva a crer que eles teriam um esquema com outros tentáculos. Eles pegavam os cartões de crédito das vítimas, ou então, se elas os utilizassem em pontos comerciais, as senhas eram captadas, por meio de um equipamento que nós chamamos de ‘chupa-cabra’. Com isso, os cartões eram recolocados, só que com outra cartilagem. Eles faziam um verdadeiro ‘império de dinheiro’. Certamente, várias vítimas sucumbiram a esse golpe”, analisa.

O delegado destaca também que, além de buscar efetuar a prisão de Eduardo, que segue foragido, as investigações prosseguem até que o caso seja totalmente esclarecido. “Vai ser apurado como esses equipamentos chegaram até as mãos do suspeito. Queremos saber se são máquinas objetos de crime ou se foram alteradas para esse fim. Isso vai ser palco de investigações futuras”, conclui.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 323 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal