Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

28/11/2013 - Paraná Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Funcionário da Sanepar é preso suspeito de fraude


O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Paraná prendeu, nesta quinta-feira (28), um geólogo da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), suspeito de participação em um esquema de fraude em licitações, principalmente em prefeituras no estado de Santa Catarina.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em três endereços, todos em Curitiba, para coleta de documentos e materiais relacionados à fraude. O material apreendido no Paraná será remetido para análise em Santa Catarina.

Os mandados de prisão temporária e de busca e apreensão foram expedidos pelo Poder Judiciário de Santa Catarina, a pedido do Gaeco de Lages, em Santa Catarina, que investiga uma organização criminosa que atua no setor de poços artesianos, através de fraude em licitações, inclusive mediante suborno.

Em Santa Catarina, o Gaeco cumpriu, nesta manhã diversos mandados de prisão e de busca e apreensão em diversos municípios das regiões serrana, meio-oeste e oeste catarinense.

Na Operação “Fundo do Poço”, o Gaeco de Lages investiga vários supostos crimes de formação de quadrilha, fraudes em licitações e crimes contra a administração pública, com a participação direta de servidores públicos municipais e empresários do ramo de perfuração de poços artesianos.

Ao todo, foram expedidos pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina 20 mandados de prisão temporária e 48 de busca e apreensão, que foram cumpridos pelos policiais dos Gaecos de Lages, Capital, Itajaí, Criciúma, Chapecó e Joinville, com o apoio ainda do Instituto Geral de Perícias (IGP), policiais militares do 6º BPM de Lages e da Agência de Inteligência e policiais civis da DIC de Lages e da DEIC de Florianópolis.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 365 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal