Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

19/11/2013 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

SP: após denúncias, subprefeito interino de Pinheiros será exonerado


A prefeitura de São Paulo afirmou nesta terça-feira, em nota, que o subprefeito interino de Pinheiros, Antonino Grasso, será exonerado. Segundo reportagem do SPTV, uma testemunha mantida em sigilo pelo Ministério Público paulista (MP-SP) acusa Grasso de cobrar propina para reduzir impostos na cidade.

Segundo a denúncia, Grasso pedia favores ao grupo de fiscais investigados por desvios no Imposto Sobre Serviços (ISS) na arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano(IPTU) e teria dado dinheiro a um dos auditores suspeitos.

Antes de assumir, interinamente, a subprefeitura de Pinheiros, Grasso era chefe de gabinete indicado pelo PV. Ele também foi secretário da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida na gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD).

Prefeitura notificará 60 empresas

A prefeitura de São Paulo anunciou também que irá notificar até 60 empresas nas próximas três semanas para apresentarem as Notas Fiscais de Serviços que comprovem as deduções feitas na base de cálculo do ISS.

Segundo a prefeitura, até o dia 22 deste mês, 16 notificações devem ser entregues. Outras 20 devem ser entregues do dia 22 ao 29 deste mês, e mais 24 de 29 de novembro a 6 de dezembro. De acordo com a administração municipal, essas são as primeiras empresas a serem notificadas. “A auditoria não irá acabar neste período, e prevê que a velocidade de notificações aumente à medida que o grupo avançar no trabalho”, diz o comunicado.

A prefeitura afirmou ainda que, até o momento, nenhuma empresa compareceu à Secretaria de Finanças com os documentos solicitados nas notificações. Elas têm prazo de 10 dias corridos a partir da data de recebimento do ofício para apresentar os documentos necessários à apuração do ISS. A Secretaria de Finanças informou que não revelará os nomes das empresas notificadas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 97 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal