Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

18/11/2013 - Olhar Direto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Corretores são presos suspeitos de fraudes em cartório para obter empréstimo de R$ 30 milhões

Por: Ronaldo Couto


Dois corretores foram presos pela Polícia Civil, em Barra do Garças (500 km de Cuiabá), suspeitos de fraudes para obter empréstimo de R$ 30 milhões de uma instituição financeira. O fato foi descoberto porque a pessoa cujo nome estava sendo utilizado para fazer a documentação falsa desconfiou e procurou o cartório e depois a polícia.

Foram presos os suspeitos Divino Marra da Silva e Renato Alves de Oliveira Júnior conforme informou o delegado Wilyney Borges, titular da Roubos e Furtos de Barra do Garças. Após serem ouvidos na quinta-feira (14), o delegado representou pela prisão dos acusados que foram confirmadas pelo Judiciário.

O suspeito Divino Marra da Silva pagou fiança de dez salários mínimos, R$ 6.780,00, e foi solto. Tanto Divino, como Renato, foram presos também durante a operação Lacraia realizada no passado pela Polícia Federal (PF) que apurava também denúncias de fraudes no cartório de 1º ofício de Barra.

O oficial registrador do cartório, Adalberto Teixeira da Silva, divulgou quinta-feira nota sobre ocorrido de suspeita de fraude e orienta a população quando adquirir um imóvel a procurar o cartório de 1º oficio antes de concretizar a negociação e com isso evitar a compra de algo que não irá receber.

Diz a nota, que as vítimas de corretores, que se dizem representarem imobiliárias, têm procurado informações junto ao cartório, buscando averiguar a legitimidade de certidões confeccionadas e entregues por tais representantes. Na ocasião, todos os imóveis integram o Jardim Nova Barra.

Ao analisarmos tais fotocopias, identificarmos adulteração em diversos campos do documento, configurando a prática de falsificação documental e estelionato, o cartório decidiu avisar a polícia. Portanto, esse comunicado tem a finalidade de alertar a população quando for comprar um imóvel procure primeiramente o cartório.

O cartório, segundo Adalberto, está à disposição para fornecer informações a imprensa e a população.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 294 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal