Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

13/11/2013 - Só Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MPF denuncia 4 por tentativa de fraudes em terras no Mato Grosso


Quatro parentes de usineiros, um atual prefeito no interior de São Paulo e um servidor da prefeitura foram denunciados pelo Ministério Público Federal de Mato Grosso por fraude no programa Terra Legal, de regularização de ocupações irregulares em terras da União. Interessados em terras na gleba Taquaralzinho, em Barra do Garças, os acusados se passaram por posseiros nas entrevistas com o Incra e prestaram informações falsas para enganar o órgão e ter o nome incluído na lista de beneficiários do programa.

Em duas ocasiões, os denunciados tentaram burlar o programa de regularização fundiária, uma em 2007 e outra vez em 2009. Pouco tempo depois, em 2010, depois de uma vistoria feita pela Incra, os envolvidos protocolaram pedidos de desistência da terra em favor de outras pessoas.

De acordo com o procurador responsável pela denúncia, Lucas Aguilar Sette, "não se trata da figura do arrependimento eficaz em relação ao delito de estelionato, uma vez que os pedidos de desistência apenas foram protocolados após a fiscalização in loco realizada pela Divisão Estadual de Regularização Fundiária no Estado do Mato Grosso realizada em julho de 2010 e sobrestamento dos respectivos procedimentos".

Na denúncia, o MPF pede que os seis sejam julgados e condenados pelos crimes de falsidade ideológica, formação de quadrilha e estelionato. A ação tramita na Subseção Judiciária Federal de Barra do Garças.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 155 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal