Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

02/11/2013 - Gaz Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MP investiga fraude na remoção de corpos ao IML

Por: Rozana Ellwanger

Uma funerária teria desrespeitado acordo com Estado ao se negar a entregar cadáver para outra empresa após fazer o primeiro transporte.

O Ministério Público de Venâncio Aires pretende ouvir esta semana os proprietários das três funerárias existentes no município. Uma delas foi alvo de duas denúncias de irregularidades no rodízio firmado para transporte de corpos até o Instituto Médico Legal (IML). Nos dois casos que chegaram ao conhecimento do MP, uma funerária teria se negado a entregar o corpo a outra empresa para a realização do funeral, incorrendo na quebra do acordo com o governo estadual para remoção de corpos.

Atualmente todas as mortes por causas violentas, como acidentes de trânsito, são comunicadas a uma central de regulação em Porto Alegre. De lá os atendentes definem, por sistema de rodízio, qual funerária do município onde aconteceu a morte fará a remoção do cadáver até o IML. O serviço é oferecido por convênio entre governo do Estado e funerárias e por isso não pode ser cobrado da família. Após o transporte inicial, os parentes da vítima podem contratar outra empresa para realizar o funeral.

“Houve denúncias de que eventualmente uma funerária teria feito o transporte até o IML e, diante da resistência da família em contratar seus serviços, teria se imposto, se negando a entregar o corpo a outra funerária”, explica o promotor público Pedro Rui da Fontoura Porto. De acordo com ele, a Justiça recebeu dois casos semelhantes, envolvendo a mesma empresa. Porém, as três funerárias serão chamadas para evitar que o problema volte a acontecer.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 98 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal