Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

30/10/2013 - Diário de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MP prende quatro por suspeita de fraude

Grupo formado por agentes ligados a subsecretaria de Receita na gestão Kassab faturou R$ 20 milhões.

Uma operação do Ministério Público, na manhã desta quarta-feira (30), prendeu quatro auditores que eram ligados à subsecretaria da Receita, no período em que o prefeito era Gilberto Kassab. Eles são suspeitos de fraudar R$ 200 milhões dos cofres públicos.

A operação deflagrada pelo MP foi auxiliada pela Controladoria-Geral da Prefeitura predeu o ex-subsecretário municipal de finanças, Rolilson Bezerra Rodrigues, o ex-diretor de arrecadação, Eduardo Horle Barcelos, e dois auditores, Luis Alexandre Cardoso Magalhães e Carlos Augusto Di Lallo Leite do Amaral. A investigação é para os crimes de concussão, lavagem de dinheiro, corrupção, advocacia administrativa e formação de quadrilha.

A suspeita é que um esquema corrupto foi estabelecido sobre o recolhimento do Imposto sobre Serviços (ISS). Esse imposto é condição para ter o Habite-se, que é o certificado que dá o aval de que a edificação foi construída conforme as normas.

De acordo com as investigações da Controladoria os valores do ISS arrecadados pelos auditores detidos era menor que o dos demais servidores. O dinheiro era desviado para a contra bancária dos envolvidos no esquema.

Valores e bens/ Após as investigações é estimado pelo Ministério Público que os auditores fiscais tenham angariado um valor maior que 20 milhões de reais. Apartamentos, carros de luxo, flats, prédios e barcos foram adquiridos pelos envolvidos.

Cerca de 40 promotores, agentes da Controladoria e Policiais Civis foram envolvidos na operação que cumpriu mandados de prisão. Houve apreensão em São Paulo, Santos, Cataguases e em Minas Gerais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 104 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal