Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

25/10/2013 - Portal AZ Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

“95% do financiamento de campanhas são feitos por empreiteiras e bancos”


Durante debate realizado nesta sexta-feira (25) sobre financiamento de campanha e corrupção eleitoral, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI), o advogado e presidente do Instituto Piauiense de Direito Eleitoral, Daniel Oliveira, defendeu o financiamento público das campanhas eleitorais.

De acordo com Daniel Oliveira, que também é membro da Comissão Eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, o financiamento de campanhas eleitorais por empresas privadas favorece a corrupção administrativa, desvio de recursos e caixa-dois.

“Pesquisas apontam que 95% dos financiamentos são feitos por empreiteiras e bancos. Só para se ter uma ideia, o custo de financiamento de campanhas eleitorais cresceu 478% nos últimos dez anos”, destaca.

Além de falar sobre o fim do financiamento de campanhas por empresas privadas, o advogado defendeu a contribuição voluntária para as campanhas políticas, onde cada eleitor poderia doar o valor máximo de R$ 700. “Esse modelo é semelhante ao utilizado nos Estados Unidos”, explica Daniel Oliveira.

O debate contou, ainda, com a participação do Juiz de Direito e membro da Corte do TRE-PI, Paulo Roberto; do Procurador Regional Eleitoral, Alexandre Assunção e Silva e do Juiz Federal Francisco Hélio Camelo.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 71 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal