Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

24/10/2013 - Jornal da Mídia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mototaxista despejava notas falsas de R$ 100 em Itiúba


Salvador – Uma equipe da Delegacia Territorial de Itiúba, cidade distante 277 quilômetros de Salvador, prendeu o mototaxista Júnior Reinaldo Dias, o “Nem”, 30 anos, acusado de passar cédulas falsas de R$ 100 no comércio da cidade. Investigações do delegado Cláudio Gomes, titular da DT/Itiúba, revelaram que ele, em apenas três dias, colocara em circulação cerca de R$ 2 mil em notas falsas.

Duas delas, de R$ 100, já foram recuperadas: uma com o próprio mototaxista e outra num posto de combustível, cujo proprietário o denunciou.

Em depoimento, Nem, já reconhecido por empregados do posto, negou que estivesse distribuindo notas falsas, mas não soube explicar a origem de uma destas cédulas encontrada com ele. Um restaurante da cidade também o denunciou na delegacia pelo mesmo crime.

O delegado Cláudio Gomes disse haver indícios de que o dinheiro falso está sendo trazido de São Paulo por um parente do mototaxista, que tem o nome mantido em sigilo. Sem passagens pela polícia, Nem foi autuado em flagrante por estelionato e se encontra custodiado no Complexo Policial da cidade, à disposição da Justiça.Uma equipe da Delegacia Territorial de Itiúba, cidade distante 277 quilômetros de Salvador, prendeu o mototaxista Júnior Reinaldo Dias, o “Nem”, 30 anos, acusado de passar cédulas falsas de R$ 100 no comércio da cidade.

Investigações do delegado Cláudio Gomes, titular da DT/Itiúba, revelaram que ele, em apenas três dias, colocara em circulação cerca de R$ 2 mil em notas falsas. Duas delas, de R$ 100, já foram recuperadas: uma com o próprio mototaxista e outra num posto de combustível, cujo proprietário o denunciou.

Em depoimento, Nem, já reconhecido por empregados do posto, negou que estivesse distribuindo notas falsas, mas não soube explicar a origem de uma destas cédulas encontrada com ele. Um restaurante da cidade também o denunciou na delegacia pelo mesmo crime.

O delegado Cláudio Gomes disse haver indícios de que o dinheiro falso está sendo trazido de São Paulo por um parente do mototaxista, que tem o nome mantido em sigilo. Sem passagens pela polícia, Nem foi autuado em flagrante por estelionato e se encontra custodiado no Complexo Policial da cidade, à disposição da Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 94 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal