Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

24/10/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Justiça Federal condena envolvidos em fraude em licitação na Paraíba

Esquema foi desmontado pela Operação Fachada, do MPF. Seis réus foram condenados pela Justiça Federal.

A Justiça Federal na Paraíba condenou seis pessoas envolvidas em um esquema de fraude em licitações. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (24) pelo Ministério Público Federal em Campina Grande (MPF), que desmontou o esquema por meio da Operação Fachada.

Carlos Alberto Matias, Laerte Matias de Araújo, Brasilino Luciano da Silva Neto e Damaso Cavalcante Figueiredo foram condenados pela prática dos crimes de associação criminosa, falsidade ideológica, uso de documento falso e frustração do caráter competitivo de licitação. Já ao réu Fernando Antônio de Brito Lira foi aplicada apenas a sanção pelo crime de associação criminosa.

Na sentença, a Justiça Federal reconheceu que os réus formaram uma associação permanente para fraudar procedimentos licitatórios na Paraíba, através da utilização de empresas falsas. Em licitações realizadas em Boqueirão e Juarez Távora, Carlos Matias, Laerte Matias e Brasilino Neto contribuíram com a falsificação e uso dos documentos referentes às empresas licitantes. Já Damaso Figueiredo atuou na obra captada em Juarez Távora (PB), sabendo que se tratava de obra decorrente de licitação manipulada. Fernando Lira, por sua vez, atuou no auxílio à manutenção do esquema criminoso.

Para a Justiça, “a conduta dos acusados agride os princípios da moralidade e da impessoalidade que norteiam a Administração Pública, especialmente diante do preceito da Carta Magna que assegura 'igualdade de condições a todos os concorrentes' quando o poder público tenciona contratar com particulares”.

A denúncia, oferecida pelo Ministério Público Federal, foi recebida pela Justiça em janeiro de 2010, e a sentença proferida em 27 de agosto de 2013. Os condenados responderam toda a ação penal pública em liberdade e poderão recorrer também em liberdade.

Penas

Carlos Alberto Matias foi condenado à pena de prisão de 12 anos, 11 meses e 28 dias. A Laerte Matias de Araújo foi aplicada sanção de 12 anos, 11 meses e 27 dias de reclusão. Ambos terão que pagar multa de R$ 15.750 e cumprirão a pena de prisão em regime inicialmente fechado.

Já Brasilino Luciano da Silva Neto foi condenado a pena de prisão de 9 anos, 11 meses e 28 dias (regime inicialmente fechado), bem como pagamento de multa de R$ 5.250.

A sanção de 6 anos, 8 meses e 27 dias de prisão (regime inicialmente semiaberto) foi aplicada ao condenado Damaso Cavalcante Figueiredo, assim como multa de R$ 5.250.

Por último, Fernando Antônio de Brito Lira foi condenado à pena de prisão de 2 anos convertida em prestação de serviços à comunidade (cujas condições serão delimitadas na fase de execução da sentença), bem como doação mensal de uma cesta básica no valor de um salário mínimo ao Lar do Garoto Padre Otávio Santos, de Campina Grande.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 124 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal