Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

01/12/2007 - Paraná Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilha multigolpes é desmantelada pela polícia

Por: Valéria Biembengut


Uma quadrilha especializada em diversos tipos de golpes foi desmantelada por policiais da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas. Os suspeitos Nabih Roberto Awada, 46 anos, Simone Baran Pereira, 28, Gelson Luiz Haninec, 41, Márcio José Fogaça, 32, Carlos Alberto de Oliveira, o “Beto” ou “Gordo”, Isaías Zeferino, conhecido como “Mimo”, 46, Celso Andrade, 40, Eliane Eleotério, 33, e Gilberto dos Santos, 38 anos, foram presos. Com o grupo, foram apreendidos vários veículos, documentos, cheques, identidades, computadores, notebooks, impressora e apetrechos para falsificação.

Entre os golpes aplicados o que mais chamou a atenção da polícia foi a compra de uma mansão, avaliada em R$ 2 milhões. Os estelionatários acharam o negócio em um jornal. Nabih procurou a proprietária e se identificou como corretor de imóveis e garantiu que tinha um comprador. Após a mulher concordar com a intermediação, ele levou um homem conhecido como “Alemão”, que ainda está foragido, e o apresentou como comprador. O negócio foi fechado, mas faltava efetuar o pagamento. Com boa conversa, Nabih convenceu a mulher a adiantar a comissão e os golpistas desapareceram. Carlos Alberto também participou da transação, segundo a polícia.

Três em um

Os estelionatários também aplicavam o golpe do três em um, que consiste em oferecer mercadorias para empresários por valores abaixo do mercado. Porém, assim que a pessoa enviada para negociar chega com o dinheiro, é seqüestrada e roubada pelos marginais.

O delegado Marcos Vinícius Michelotto disse que a quadrilha praticava golpes desde os mais simples, como fazer documentos com nome de vítimas, com a foto do estelionatário, como golpes sofisticados. Para confirmar os dados de endereços e empregos os golpistas usavam a empresa RS Martelinho de Ouro, na Avenida Presidente Kennedy, de propriedade de Nabih, conforme informado pela polícia.

Encontrados em três cidades

As prisões foram efetuadas ontem pela manhã em Curitiba, Matinhos e Blumenau. Nabih, de acordo com a polícia, seria o líder do bando e foi preso em sua casa na Rua Augusto de Mari, Vila Guaíra. A ex-mulher dele, Simone, possui documentos falsos em nome de Marizéia do Rocio Barboza Pinto e também foi presa na Vila Guaíra.

Gelson é ex-presidiário e está em liberdade condicional. Ele responde processo por estelionato. “Ele é quem falsificava os documentos para a quadrilha”, disse Michelloto. Segundo ele, Márcio estava com mandados de prisão decretados pela 3.ª Vara Criminal de Curitiba e pela 3.ª Vara da Justiça Federal. “Ele foi preso há alguns anos por fabricar moedas de R$ 1,00 falsas”, completou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1286 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal