Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

20/10/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Em Castanhal, comerciante é preso com R$ 300 em notas falsas

Vítima que recebeu uma das notas falsas denunciou suspeito a polícia. Ao prestar depoimento, ele teria negado o crime.

Um comerciante de 36 anos foi preso em Castanhal, nordeste do Pará, depois de ser flagrado com R$ 300 em notas falsas. De acordo com a polícia, o homem foi preso na feira onde trabalhava. Com ele, foram apreendidas três notas de cem reais, todas com a mesma numeração. O caso foi registrado no último sábado (19).

Segundo a Polícia Civil, uma vendedora vítima do falsário foi quem denunciou o golpe. De acordo com ela, o comerciante efetuou uma compra com uma das notas falsas de R$ 100. Depois, ele teria trocado outra nota falsa de R$ 100 por duas cédulas legais de R$ 50.

"Depois de algum tempo com o dinheiro falso em mãos, a vendedora foi alertada por sua filha que havia sido vítima de um golpe. Ambas procuraram a policia e pediram apoio, sendo realizada uma busca na área da feira, porém, o suspeito naquele momento não foi encontrado. Contudo, na manhã do último sábado [19], o suspeito foi visto pela filha da vendedora lanchando em uma barraca da mesma feira. Mãe e filha voltaram a procurar a polícia e o comerciante acabou sendo preso em flagrante", explica o delegado Fábio Veloso de Castro.

Já na delegacia, segundo a polícia, apesar de ter sido reconhecido pelas vítimas o suspeito negou ter repassado as notas. "Ele afirmou que teria recebido o dinheiro da venda de dois sacos de farinha para um homem que disse não saber identificar", conta o delegado.

De acordo com o delegado Castro, apesar disso o comerciante foi autuado em flagrante pelo crime de guardar ou introduzir na circulação moeda falsa. "O delito prevê uma pena de três a doze anos de reclusão, e multa, podendo ainda, responder pelo crime de estelionato".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 75 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal