Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

21/10/2013 - Correio do Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

EPTC apura fraude no TRI

De 1,1 mil cartões investigados, 81 foram cassados

Fraudes no uso do cartão TRI, categoria isentos, começaram a ser encaminhadas pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) ao Ministério Público Estadual para responsabilização criminal dos envolvidos. Dos 1.162 cartões sob investigação, em 2013, foram cassados 81. São três tipos de irregularidades. Em uma delas há o envolvimento de cobradores. É quando o passageiro paga a tarifa de ônibus e o cobrador, discretamente, passa o cartão de isento, emprestado por alguém. Assim, cobrador e titular do TRI repartem o dinheiro arrecadado.

Conforme o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, das 1,250 milhão de viagens realizadas por dia útil em ônibus de Porto Alegre, 360 mil são de passageiros isentos. De cada três passageiros, um não paga. Integram a categoria isentos pessoas com idade acima de 65 anos, na faixa etária de 60 a 64, com renda de até três salários mínimos, deficientes, carteiros, oficiais de Justiça e brigadianos.

Outra fraude é a omissão de fonte de renda por beneficiários entre 60 e 64. "Detectamos isentos com R$ 11 mil de renda mensal", informou Cappellari. A EPTC tem parceria com INSS e Receita Federal nos cruzamentos de dados cadastrais.

A outra fraude consiste na falsa declaração de endereço. Pessoas residentes em outros municípios tiram cartão TRI em Porto Alegre com o propósito único de fazer "negócios", observa o presidente da EPTC. A empresa abriu processo administrativo. Os titulares do cartão isento estão sendo chamados para prestar informações. Ao todo, além dos cartões cassados, há 488 bloqueados e 593 em investigação. Os 360 mil passageiros isentos por dia útil correspondem a R$ 1 milhão em dinheiro não pago (o valor da passagem é R$ 2,80).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 107 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal