Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

18/10/2013 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF deflagra operação contra esquema de revalidação de diploma de medicina no Ceará e em mais 13 estados

Entre os cearenses, estão dois homens de Jaguaribe e outro de Brejo Santo.

2 cearenses estão entre os investigados pela Polícia Federal (PF) na operação "Esculápio", deflagrada na manhã desta sexta-feira (18), contra um esquema de uso de diplomas e documentos falsos de medicina emitidos na Bolívia e usados por 41 pessoas em 14 estados brasileiros.

Na lista dos suspeitos, estão um homem de Jaguaribe e outro de Brejo Santo. Nenhuma pessoa foi detida até o fechamento desta matéria e os suspeitos podem responder pelos crimes de uso de documento falso e falsidade ideológica. O objetivo, conforme a PF, era concluir os estudos em universidades do País ou ingressar no Programa Mais Médicos.

Entenda a operação

As investigações começaram após a Universidade Federal de Mato Groso (UFMT) identificar 41 brasileiros que teriam cursado medicina na Bolívia, mas que não terminaram o curso ou nunca foram alunos.

Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 7ª Vara Criminal da Justiça Federal de Mato Grosso. As buscas serão feitas em Mato Grosso do Sul, Ceará, Alagoas, Acre, Amazonas, Bahia, Maranhão, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Rondônia, Rio Grande do Sul e São Paulo.

A PF analisou os documentos enviados pela UFMT e constatou que, dos investigados inscritos no programa de revalidação, 29 foram representados por 5 advogados ou despachantes, que teriam feito contatos com outras pessoas a fim de aumentar o número de pessoas do esquema.

O nome da operação faz alusão ao "deus" da medicina e da cura, na mitologia greco-romana.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 101 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal