Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/11/2007 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Hackers 'infectam' páginas de busca na internet


Uma operação organizada por hackers para interferir com buscas na internet e levar os usuários a sites com armadilhas foi descoberta por empresas de segurança digital dos Estados Unidos.

As páginas apareciam quando o internauta digitava palavras como "presente de Natal" ou "abrigo", entre outros.

Segundo a companhia de segurança digital Sunbelt Software, dezenas de milhares de domínios - muitos baseados na China e estabelecidos há apenas alguns dias - eram usados nos ataques.

As páginas carregadas nestes domínios continham armadilhas com softwares que procuravam por pontos vulneráveis em cópias do Explorer da Microsoft.

Os usuários do Windows que caíssem na armadilha poderiam ter o computador "seqüestrado" para que os hackers conseguissem suas informações pessoais.

Pesquisadores do setor de segurança na internet já viram tentativas, em pequena escala, de interferir com mecanismos de busca. Mas a escala deste ataque foi sem precedentes.

"Isto foi épico. Se o seu computador não estivesse totalmente protegido, você teria sido pego", disse Alex Eckelberry, diretor da Sunbelt Software.

Os hackers que compraram os direitos dos domínios convenceram sites de buscas como Google, MSN e Yahoo que suas páginas eram fontes de informações populares. Segundo Eckelberry, eles conseguiram isso usando comentários falsos em blogs para fazer com que estas páginas falsas aparecessem nos primeiros lugares dos rankings de buscas.

"Você poderia estar procurando por coisas inofensivas e ser pego. (Eles) tinham coisas bem perigosas. E, se há alguma mensagem que posso passar é para que as pessoas tenham certeza que seus computadores estão protegidos", acrescentou Eckelberry.

E, para o especialista, este ataque pode ser o precursor de muitos outros.

"Isto não vai acabar", afirmou.

As páginas com armadilhas teriam ficado em operação durante cerca de 24 horas antes que o Google retirasse de seus índices de buscas. Mas algumas destas páginas podem ainda estar em operação para os usuários que fazem buscas pelo MSN Live ou Yahoo.

Outra empresa de segurança digital que também descobriu os ataques, a americana Trend Micro, encontrou uma série de páginas de internet com armadilhas que pretendiam pegar pessoas procurando por informações sobre presentes de Natal on-line.

"Alguns dos sites melhor colocados nas buscas estão levando a páginas com armadilhas", disse Raimund Genes, da Trend Micro.

Segundo Genes os sites com armadilhas descobertos por sua empresa tentavam explorar vários pontos vulneráveis no navegador da Microsoft.

Estas páginas também tentavam impedir que programas que invadem computadores fossem descobertos.

Genes afirma que esta operação pode ter sido organizada por uma quadrilha de crimes tecnológicos conhecida como Russian Business Network.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 352 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal