Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

17/10/2013 - Correio do Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mulher que vendia vaga de Medicina paga fiança e é solta


Fernanda Figueiredo do Amaral, de 24 anos, presa na última terça-feira (15), acusada de associação criminosa e estelionato por participar de um esquema de vendas de vagas remanescentes para o curso de Medicina da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) foi liberada depois de pagar fiança de R$ 6.780, ontem (16).

A jovem, que mora no Rio de Janeiro, é considerada uma das articuladoras do esquema que vendia supostas vagas.

Conforme as investigações, o grupo pedia R$ 50 mil para que os interessados ingressassem na instituição sem fazer avaliação.

Fernanda foi detida pela Polícia Militar com outras duas mulheres, de 26 e 31 anos, residentes nos Estados da Bahia e Rio de Janeiro, respectivamente. Porém, foram tratadas como vítimas.

Uma delas garantiu que depositou R$ 35 mil a um intermediário identificado apenas como César, que junto com a mãe da acusada, é alvo de investigação. De acordo com o delegado do SIG (Serviço de Investigações Gerais) da Polícia Civil, Adilson Stiguivitis, caso condenada, Fernanda poderá pegar de um a três anos de detenção.

Esquema

De acordo com o depoimento das mulheres, César oferecia a vaga alegando que seria remanescente de vestibulares passados e cobrava o valor para que a pessoa entrasse no esquema.

Diante do acerto entre as partes, outros envolvidos se passavam por pessoas de dentro da universidade, que, conforme investigações preliminares, não faziam parte do quadro de servidores da instituição.

Na residência onde as mulheres foram presas, a polícia apreendeu cópias de documentos e transferências bancárias que comprovaram o golpe.

UFGD

A assessoria de imprensa da UFGD informou que essas vagas remanescentes são completadas após abertura de edital público, existido uma hierarquia para os candidatos concorrerem.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 311 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal