Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

09/10/2013 - Decision Report Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Banco argentino adota biometria para evitar fraudes


A Lumidigm acaba de anunciar que um banco privado da Argentina, o Supervielle, implantou um projeto de identificação biométrica que simplifica e torna mais seguro o pagamento dos fundos de pensão para aposentados do serviço público, que representam boa parte da clientela do banco. Mês a mês, o processo costumava ser bastante complexo e cansativo, haja vista a quantidade de certificados e documentos exigidos.

Com a implantação dos sensores biométricos, fornecidos ao Supervielle através da parceria com o integrador local Teksol S/A, os aposentados agora precisam apenas usar o dedo para provar quem são e receber a pensão de forma conveniente e segura.

Há algum tempo, o banco argentino tentava solucionar um problema bastante delicado, a fim de evitar fraudes no recebimento de pensão por indivíduos que tentavam se passar por pessoas já falecidas. Mas esse recrudescimento exigia dos pensionistas ativos apresentar uma série de documentos que acabavam tornando o processo uma árdua tarefa mensal para um milhão de pessoas. Depois de avaliar e testar uma série de soluções de autenticação biométrica, o Supervielle se decidiu pela tecnologia de imagem multiespectral da Lumidigm.

A tecnologia de imagem multiespectral tem a característica única de identificar já na primeira tentativa as digitais dos idosos. Agora, os mais velhos podem contar com um serviço eficiente e rápido.

Na primeira fase do projeto, cerca de um milhão de aposentados serão beneficiados, tendo acesso aos leitores da Série-V implantados em agências e terminais. Numa segunda fase, que está sendo considerada, a autenticação biométrica será ampliada para todos os clientes do Supervielle, a fim de facilitar o acesso a outros serviços bancários para um número maior de clientes.

O investimento realizado pelo banco argentino nos sensores biométricos, já implantados em quiosques de atendimento bancário, resultou numa economia considerável em razão da redução de fraudes. Além disso, 170 funcionários que operam os caixas estão sendo preparados como consultores comerciais, permitindo ao banco aumentar o nível de atenção por parte de seus clientes.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 94 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal