Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/11/2007 - Jornal da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Familiares e ex-presos de protesto em Brasília derramam notas falsas

Por: Hedi Lamar Marques


Posto de gasolina situado às margens da BR-050 recebeu onze notas falsas ontem de madrugada. As cédulas foram repassadas por integrantes de um comboio que viajava de São Paulo para Brasília (DF), onde ontem participariam de uma manifestação referente à situação carcerária do país. Entre os viajantes se encontravam principalmente ex-presidiários e familiares de presos.

No total viajavam 29 ônibus, com 1.316 pessoas, e o posto de Uberaba foi o único que aceitou fornecer alimentação (marmitex) para tanta gente.

Os passageiros chegaram ao local por volta de 23h de terça-feira e seguiram viagem por volta de 4h30 de ontem. Três testemunhas relataram à Polícia Militar que foram contratadas por alguns advogados de São Paulo para que organizassem a alimentação dos participantes da excursão.

Segundo o gerente do posto, I.J.M., 50 anos, entre os R$ 16 mil recebidos dos organizadores para fornecer marmitex, tanto na ida quando na volta (que ocorreria no fim da noite de ontem), não foi detectada nenhuma nota falsa. O problema aconteceu com as cédulas utilizadas pelos passageiros em compras diversas, como cigarros e bebidas.

Quando depositava os valores no banco (Sicoob), ontem de manhã, uma funcionária informou o gerente que haviam encontrado R$ 550 em notas falsas. Ele acionou a PM, que avisou a Polícia Federal. Agentes estiveram no local e também conversaram com testemunhas, porém, como não era possível até então identificar os responsáveis por passar o dinheiro falso, nada puderam fazer. Após redigir o boletim de ocorrência, os militares encaminharam as notas à Delegacia da PF.

Deputado. O Jornal Nacional apresentou reportagem ontem denunciando que ligações feitas do gabinete do deputado federal Talmir Rodrigues (PV) para presidiários mostram que a manifestação em prol de detentos foi organizada de dentro e de fora da prisão. O protesto, que pedia melhorias para o sistema prisional, vinha sendo articulado desde o começo do mês, de acordo com telefonemas gravados pela polícia, com autorização da Justiça. E foram justamente os manifestantes que passaram por Uberaba e fizeram o derrame das notas falsas que integraram o protesto que teve o apoio do parlamentar.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 321 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal