Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

09/10/2013 - O Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presos dois acusados de fraudes bancárias em Acopiara

Por: Lusiana Freire

Os dois acusados são funcionários do Banco do Brasil. Gerente da instituição está preso desde fevereiro.

Duas pessoas foram presas ontem em Acopiara, a 345 quilômetros de Fortaleza, acusadas de praticar fraudes bancárias contra clientes do Banco do Brasil do município. Os acusados, segundo a Polícia Civil da cidade, trabalhavam na agência e tiveram acesso a senhas de correntistas. A prisão dos dois atende a um mandado de prisão preventiva expedido pela 2ª vara da Comarca de Acopiara e é resultado de uma série de investigações que vêm sendo realizadas desde dezembro do ano passado.

O delegado Luiz Gonzaga Soares Neto, que investiga o caso, informou que os acusados, Maria Pereira de Souza, 61, Francisco Assis Souza Junior, 42, foram internados logo após serem detidos, devido a uma crise hipertensiva. “O médico achou melhor ficar medicando para ver se a pressão deles baixa”, disse o delegado. Até o fechamento desta matéria, os dois acusados estavam internados sob escolta policial em um hospital do município.

Ainda de acordo com o delegado Luiz Gonzaga, as investigações ocorreram de novembro de 2011 a dezembro de 2012. O gerente da carteira de pessoas físicas do banco, Cleones Cézar Bezerra Piancó, foi preso em fevereiro deste ano. Ele ainda se encontra preso no presídio da cidade.

Durante o período de investigações, segundo o delegado, cerca de 30 pessoas foram lesadas pelas práticas fraudulentas e prestaram queixa na delegacia. No prazo que me deram para as investigações, que foi cerca de 40 dias, o prejuízo calculado totalizou cerca de R$ 3,2 milhões, conforme as vítimas que foram aparecendo. “Mas pode ser muito mais”, afirmou Luiz Gonzaga. Os dois acusados deverão responder pelos crimes de peculato eletrônico e formação de quadrilha.

Golpes

Em março deste ano, O POVO publicou matéria sobre os golpes que vinham sendo aplicados em Acopiara. A maior vítima das irregularidades é um funcionário aposentado da Secretaria da Fazenda (Sefaz) e empresário do agronegócio.

No nome dele, segundo o filho, foram feitos seis empréstimos em outra conta aberta, saques e depósitos em outra contas não reconhecidas. De acordo com o filho do correntista, os furtos mediante fraudes chegam a R$ 1,2 milhão e ocorreram desde 2009.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 90 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal