Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

30/09/2013 - odiario.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MP recomenda afastamento de médica que usava atestado falso para faltar ao trabalho em Londrina

Por: Juliana Leite


A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público pediu afastamento de uma médica do município de Londrina. A profissional teria usado atestados falsos para faltar ao trabalho e teria mantido dois empregos no mesmo horário, em Londrina e Ibiporã. Uma sindicância da Corregegoria-Geral da prefeitura indicou punição à mulher e mesmo assim ela foi promovida pela Autarquia de Saúde ao cargo de médica auditora, contrariando o parecer do setor. O Munistério Público também entrou com ação na Justiça para que o caso seja avaliado.

De acordo com o promotor Renato de Lima Castro, autor da recomedação administrativa e da ação por improbidade administrativa, o profissional que exerce a função de auditor, ou seja, de fiscalização de servidores, tem por obrigação ter conduta honesta. "Ela deveria ter no mínimo uma conduta proba, correta. Ela foi condenada administrativamente e nomeada pela própria administração como auditora", declarou.

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Londrina informou que vai acatar a recomendação do MP, que havia concedido prazo de cinco dias para posicionamento do município. A médica será afastada do cargo de auditora, mas continuará a prestar serviços enquanto corre a investigação sobre o caso.

Somente em 2013, nove médicos passaram por investigação de não cumprimento de expediente em postos de saúde. Um deles foi demitido, recorreu da ação e continua trabalhando. Outro profissional foi suspenso por 10 dias por saír da Unidade Básica de Saúde (UBS) sem registrar o ponto. As demais situações ainda tramitam na Corregedoria-Geral.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 95 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal