Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/11/2007 - EPTV.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Motoristas fraudam cartões de área azul em RP


Muitos cartões de área azul estão sendo fraudados por motoristas em Ribeirão Preto, segundo constatação da Empresa de Trânsito e Transporte Urbano (Transerp). Enquanto isso, outros motoristas reclamam que faltam vagas para estacionar no Centro.

Na área azul de Ribeirão Preto, são quase 1,6 mil vagas, incluindo o quadrilátero central e a Avenida da Saudade. O cartão é comercializado por 166 postos credenciados pelo valor de R$ 1,00 e tem duração para duas horas de estacionamento. No Centro da cidade, funcionários da Transerp vendem o cartão em apenas em três pontos. Um deles fica em frente à Catedral Metropolitana.

A vendedora de cartões Maria Luzia Astorino trabalha no local há 25 anos. Segundo ela, muitos motoristas preferem deixar o carro na área azul por questão de segurança. "As pessoas não confiam muito em guardadores", diz.

Os estagiários da Transerp, geralmente adolescentes, têm a função de apenas fiscalizar e não de autuar. Os carros que não possuem cartão são advertidos por meio de um cartão. "Tem dias que eu chego a fazer de 20 a 30 notificações", afirma a estagiária Daniela de Albuquerque.

Segundo a Transerp, são várias as irregularidades encontradas. As principais delas são falta de cartão, período ultrapassado, cartão em branco e rasuras.

O gerente de permissões da Transerp, Sebastião Missão, diz que já foram constatadas várias fraudes. Uma delas é feita através de um adesivo, que pode alterar a data no cartão. "Em casos desse tipo, o que nós fazemos é denunciar à Polícia Militar e fazer um boletim de ocorrência. Através dessa medida, a pessoa será procurada e vai pagar pela falsificação", explica.

Quem precisa utilizar com freqüência a área azul reclama que faltam vagas na cidade."Eles poderiam ampliar as vagas, porque isso evitaria a presença de tantos guardadores de carro que, na verdade, fingem que olham o veículo", diz a artesã Maria Cleunice Silveira.

O operador de máquina Claudinei Peixoto explica que todas as vezes que sai com a mãe precisa descer a cadeira de rodas dela e que nem sempre acha vagas. "Acho que a Transerp deveria destinar mais vagas para pessoas com deficiência", sugere.

Segundo o vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (ACI-RP), Lino Strambi, o problema de falta de vagas citado por moradores acontece porque os próprios comerciantes e funcionários estão utilizando as vagas de estacionamento em frente às lojas. "É preciso que os empresários e funcionários colaborem e deixem essas vagas para os consumidores. A finalidade da área azul é dar tranqüilidade e comodidade aos consumidores que escolhem a área central para comprar", diz.

O superintendente da Transerp, Antônio Carlos Muniz, informou que já existe um projeto, praticamente pronto, que deve fazer a ampliação da área azul em outros lugares de alta demanda em Ribeirão Preto, como a Avenida Nove de Julho e Dom Pedro I. "Nós sempre fazemos essa implantação em sintonia com os interesses da Associação Comercial. Para isso, é necessário que eles solicitem esse serviço que, assim que for pedido, será atendido", afirma.

Muniz explica que o grande beneficiado com a área azul não é a Transerp e sim os comerciantes. "A área azul foi criada para satisfazer o motorista e o comerciante, para que haja uma rotatividade maior e, conseqüentemente, auxiliar quem busca uma vaga para estacionar", diz.

O superintendente disse também que, nos casos de deficientes físicos, eles podem estacionar em qualquer local de área azul da cidade, sem custo algum.

Ainda segundo Muniz, são registradas, por mês, 700 multas, número que deveria ser maior, se houvesse mais agentes de trânsito e se a polícia disponibilizasse um efetivo maior.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 406 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal