Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

02/10/2013 - Bom Dia Sorocaba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia apreende fios adulterados

Por: Adriane Souza

Material fabricado usa selo do Inmetro sem atender as especificações, trazendo risco de incêndio.

“O principal risco deste tipo de produto irregular são os incêndios”, explica a advogada da ABCF (Associação Brasileira de Combate à Falsificação), Silka de Paula, após a apreensão de milhares de metros de fios de cobre adulterados. O material é produzido no Jardim Leocádia, Zona Leste de Sorocaba, por uma empresa aparentemente fantasma.

A investigação teve início a partir de uma denúncia feita na associação, informando que uma empresa sorocabana não certificada pelo Inmetro estava fabricando e vendendo fios com o selo do órgão. “A partir disso, fizemos contato com a DIG [Delegacia de Investigações Gerais] solicitando uma diligência na empresa para verificar a situação”, conta a advogada. A equipe da DIG, mediante uma ordem judicial, foi até a sede da empresa, na rua Pilar do Sul, e apreendeu os fios.

Fraude/ Quando o vendedor da empresa visita os futuros clientes, leva uma amostra correta, com 80% de cobre e 20% de PVC. Depois que o contrato é fechado, os fios irregulares são entregues. Numa obra, não é possível detectar a irregularidade, pois os componentes do fio só podem ser avaliados com o uso de um paquímetro. A embalagem mostra que suporta tensão de 750 volts, quando na verdade só suporta 300 volts.

MAIS

Polícia visita até loja da cidade de Valinhos

Em Valinhos, um comerciante de 45 anos também recebeu a visita da Polícia Civil em sua loja. “Levei o maior susto. Sei que sou uma vítima dos vendedores desta empresa. Agora ficarei mais atento”, diz.

O delegado da DIG, Acácio Leite, explica que aguarda um parecer do IC (Instituto de Criminalística) se a perícia será feita por Sorocaba. Depois da constatação, as demais medidas serão tomadas. “Estamos falando de risco para vidas humanas”, ressalta.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 131 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal