Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

02/10/2013 - Diário Digital Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Spam nas redes sociais aumentou 355% este ano

Nos primeiros seis meses deste ano, as mensagens com spam em redes sociais aumentaram 355%. De acordo com o estudo do Nexgate State of Social Media Spam Report, 5% das aplicações que existem nas redes sociais são consideradas spam e o Facebook é o site mais afectado.

Entre Janeiro e Junho deste ano, as publicações com spam em redes sociais aumentaram 355%, o equivalente a uma em cada 200 publicações.

De acordo o estudo do Nexgate State of Social Media Spam Report, citado pelo Mashable, este aumento de publicações falsas deve-se à criação de técnicas usadas por spammers que aliciam os utilizadores a, por exemplo, conhecerem quem visitou o seu perfil.

Uma outra técnica revelada pelo estudo passa pela criação de contas falsas apenas com o propósito de colocar spam nos perfis de utilizadores. Ao todo, cinco em cada sete contas criadas são spam e 5% das aplicações existentes em redes sociais levam os utilizadores a conteúdos indesejados, como é o caso de pornografia.

O estudo analisou 60 milhões de mensagens em várias redes sociais, como o Twiiter, LinkedIn, Facebook ou Google +, e revela que é a plataforma de Mark Zuckerberg a mais afectada: em seis meses, mais de 1,1 milhões de utilizadores sofreram com publicações deste tipo.

Este tipo de mensagens falsas atinge também plataformas como o YouTube (que é a segunda rede social mais afectada).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 92 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal