Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

03/10/2013 - Clic Folha Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Esquema de venda de diplomas falsos é descoberto e casal preso em Uberlândia


Um esquema de venda de diplomas falsificados foi descoberto e um casal preso em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, nesta quarta-feira (2). Os detidos, mulher de 49 e homem de 53, foram localizados em casa por integrantes da Polícia Federal durante cumprimento de decisão judicial.

Após vistorias na casa e no escritório que os presos mantinham no Centro da cidade, os policiais apreenderam muitos diplomas falsificados do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Minas Gerais (Creci-MG) e documentos de uma escola de Brasília, no Distrito Federal.

A prisão do casal é fruto de quatro meses de investigações, motivadas por frequentes denúncias de representantes do Creci-MG. Os certificados também estavam sendo comercializados nas cidade de Uberaba e Ituiutaba.

Segundo Carlos Henrique Cotta D'ângelo, chefe da Polícia Federal (PF) de Uberlândia, foram recebidas informações de uso de diplomas falsificados para fazer a retirada de carteiras do conselho. "Durante averiguação das denúncias, foi descoberto que esses documentos foram comprados nas mãos do casal e pelo valor de R$ 800 a R$ 1.500", conta o D'ângelo.

Conforme o chefe da PF, também foi constatado que todos os documentos vendidos ilegalmente são oriundos da mesma escola de Brasília. Os responsáveis pela instituição foram consultados pelos policiais, mas negaram qualquer envolvimento com o casal. No entanto, documentos de contato direto da empresa também foram apreendidos com os presos. "Mesmo com a negativa, ainda estamos investigando a real ligação dessa escola com o esquema de venda dos diplomas falsificados. As investigações seguem e já conseguimos identificar mais de 100 pessoas que compraram os certificados. Todos serão indiciados pelo crime de uso de documento falso", explica D'ângelo.

O estimado até agora é que os detidos já teriam tido lucro de mais de R$ 50 mil e façam parte de uma quadrilha que age em todo o Brasil. O casal irá responder por estelionato e falsificação de documento e foi encaminhado ao presídio de Uberlândia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 125 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal