Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

03/10/2013 - Jornal A Tribuna Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatário do RS aplica golpe em Forquilhinha

Por: Talise Freitas


A Polícia Civil de Forquilhinha conclui ontem um inquérito policial que apura um crime de estelionato cometido no final de agosto no município.

Segundo o delegado Márcio Campos Neves, uma mulher colocou o carro a venda na internet pelo valor de R$ 28,5 mil. Um estelionatário, de Caxias do Sul (RS) entrou em contato e depositou um cheque roubado na conta da vítima, que após olhar o extrato, entregou o veículo ao criminoso.

“Ele negociou o carro por R$ 10,5 mil a menos para uma revenda em Araranguá. Estamos trabalhando em conjunto com a Polícia Civil de lá para analisar se não houve facilitação por meio de um funcionário público, já que o processo de transferência do veículo ocorreu de um dia para o outro, e geralmente é de no mínimo cinco dias”, explica o delegado.

O homem, de acordo com Neves, tem diversas passagens policiais por crimes financeiros. A polícia gaúcha também atua no caso, já que o criminoso possui um mandado de prisão preventiva.

Cautela no negócio

A autoridade policial solicita a quem realizar qualquer negociação, que espere o cheque compensar, o que neste caso não foi feito, e a vítima já entregou o veículo e toda a documentação ao estelionatário sem se assegurar do falso pagamento.

“Tem que se certificar de todas as formas para não cair em golpe. O estelionato é o chamado crime do camaleão, onde o criminoso se transforma, em empresário, jogador de futebol, agenciador, para ludibriar as vítimas, que na maioria das vezes caem por inocência ou ganância. Neste caso de Forquilhinha, a mulher foi pela inocência”, compara o delegado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 118 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal