Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

20/09/2013 - Ponto Final Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Hotel investigado por falsas contratações


O Comissariado contra a Corrupção (CCAC) divulgou ontem um caso de um hotel suspeito de prestar falsos dados ao Governo para conseguir contratar trabalhadores não-residentes. A investigação envolve três arguidos, todos quadros superiores na gestão do hotel: dois são suspeitos de falsificação de documentos e um responde pelo crime de desobediência por alegada recusa de colaboração com as autoridades.

O caso foi descoberto durante uma investigação sobre alegadas práticas de corrupção: há suspeitas de que o hotel, em conjunto com uma agência de emprego, tenha pedido a trabalhadores não-residentes para restituírem parte dos salários. O CCAC apurou também que a unidade hoteleira fez, por várias vezes, pedidos de importação de mão-de-obra para postos de trabalho de baixo salário ao Gabinete de Recursos Humanos. A autorização não foi dada e o hotel, segundo o comissariado, “resolveu formular pedidos de importação (…) para postos de trabalho de alto salário e aproveitar essas quotas para proceder posteriormente à contratação de trabalhadores não-residentes de baixo salário”.

Cada trabalhador seria obrigado a devolver a diferença salarial que “variava entre algumas centenas de patacas e mais de cinco mil patacas”. O hotel e a agência de emprego terão agido em conluio para, alegadamente, coagir os funcionários a restituir o dinheiro.

O CCAC concluiu que, entre 2011 e Abril deste ano, dois altos quadros do hotel terão prestado por oito vezes informações falsas relativas às funções desempenhadas pelos trabalhadores não-residentes e respectivos salários. Os dois arguidos terão ainda “exagerado” os valores declarados à Direcção dos Serviços de Finanças.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 78 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal