Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/11/2007 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falsas autoridades extorquiam dinheiro de chinês amigo de Law Kin Chong

Por: Marcelo Gutierres


Duas pessoas foram presas em flagrante nesta segunda-feira (26) por extorquir um comerciante chinês naturalizado brasileiro, amigo do também chinês naturalizado Law Kin Chong, apontado pela Polícia Federal como o maior contrabandista do Brasil. Os dois detidos se apresentavam como juiz e promotor de justiça e prometiam facilidades junto à polícia.

Segundo Fernando Shimidt, delegado titular do Setor de Investigações Gerais (SIG), da Polícia Civil, no momento da prisão, a dupla portava carteira das respectivas atividades (juiz e promotor), além de papéis timbrados da própria Polícia Civil. De acordo com o delegado, a vítima confirmou a amizade com Law. O delegado afirma que não há indícios de envolvimento entre eles.

Um dossiê sobre Law também foi encontrado com as falsas autoridades. A estratégia, segundo Shimidt, era obter R$ 20 mil da vítima. Eles diziam que havia ligações telefônicas entre o comerciante e Law tratando de contrabando e que um mandado de prisão seria expedido. Ofereciam facilidades junto à polícia para que a vítima não fosse presa.

O comerciante, naturalizado há 20 anos, avisou a polícia. Um encontro foi marcado na tarde desta segunda-feira (26). Um dos acusados compareceu ao local e a polícia o prendeu em flagrante. O comparsa foi preso em seguida depois que o detido mencionou a participação dele. Ambos negam o crime.

“As ameaças começaram, segundo o comerciante, depois da prisão de Law [no último dia 14]. Acreditamos que a comunidade chinesa e japonesa de São Paulo eram os alvos da dupla”, conta Fernando Shimidt.

Os dois suspeitos serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisória de Pinheiros. Além do crime de extorsão, eles responderão por falsidade de documentos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 280 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal