Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

19/09/2013 - CBN Foz Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mais de R$ 13 milhões foram desviados por quadrilha, afirma PF sobre operação Suseranos


A Polícia Federal deflagrou no iniciou da manhã desta quinta-feira (19/9) a Operação Suseranos visando desbaratar uma quadrilha responsável pelo desvio de mais de treze milhões de reais de recursos públicos do Fundo Nacional de Desenvolvimento do Ensino Básico (FUNDEB). Estão sendo cumpridos 28 mandados de condução coercitiva e 34 mandados de busca e apreensão expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal em Maceió/AL.

O inquérito policial apura os crimes de desvio de verba pública, lavagem de dinheiro e fraudes em licitações no município de Coruripe/AL, no período compreendido entre os anos de 2011 e 2012.

O início das apurações foi fruto do trabalho desenvolvido no Fórum Estadual de Combate à Corrupção (FOCCO), grupo composto por diversos órgãos, como CGU, Receita Federal, Ministério Público Federal, Polícia Federal, TCU e TCE, tendo o Tribunal de Contas da União constatado a existência de gastos vultosos de verbas do FUNDEB decorrentes de dispensas e inexigibilidade de licitações no em Coruripe/AL.

Dentre as irregularidades foram constatados pagamentos de despesas sem a realização de licitações gerando despesas na ordem de mais de R$ 5,5 milhões de reais, utilização de empresas fictícias “fantasmas” para fraudar procedimentos licitatórios visando direcionar o vencedor das licitações e simular competitividade entre empresas, realização de pagamentos nos anos de 2011 e 2012 com valor total aproximado de R$ 7 milhões de reais sem comprovação documental das despesas realizadas, pagamentos com recursos do FUNDEB a empresas “fantasmas” cujos sócios seriam “laranjas” com o objetivo de ocultar os reais beneficiários do dinheiro pago, aquisição de bens móveis e imóveis de forma dissimulada em provável atividade de lavagem do dinheiro oriundo das fraudes em licitações e dos desvios, dentre outras irregularidades.

Além dos mandados de busca e conduções coercitivas dos investigados, a Justiça Federal decretou, ainda, a apreensão de vários veículos, o bloqueio de contas bancárias e sequestro de imóveis dos investigados, a quebra do sigilo bancário de algumas empresas, bem como o afastamento de cinco servidores públicos, sendo um do município de Feliz Deserto/AL e quatro da Prefeitura de Coruripe/AL.

O inquérito policial tramita em segredo de justiça e, após esta fase de colheita de interrogatórios e depoimentos, bem como apreensão de bens e documentos, serão apreciadas as novas provas colhidas para deliberações sobre o indiciamento de outras pessoas nos crimes apurados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 132 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal