Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

16/09/2013 - TEK Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Netflix inspira-se na pirataria para selecionar conteúdos

Os tops dos filmes e séries mais pirateados são um indicador ao qual os responsáveis do serviço se mantêm atentos para definir a oferta do serviço, garantiu uma responsável.

Kelly Merryman, vice-presidente para a área de conteúdos na Europa, e uma das responsáveis no serviço de streamig pelas compras nesta área, deu a informação quando explicava numa entrevista o processo de seleção de conteúdos.

O Netflix tem vindo a estender o seu serviço à Europa e estreou-se recentemente na Holanda. Na entrevista a responsável explicava como foi definida a grelha de programação para aquele país.

"Na compra de séries olhamos para o que tem sucesso nos sites piratas", confessou a responsável, acrescentando que a aposta em séries como Prison Break, por exemplo, foi definida também com a ajuda deste "indicador".

Recorde-se que o CEO da Netflix, Reed Hasting, também já se tinha referido à pirataria como um instrumento útil para o negócio da empresa, numa opinião que à data foi polémica.

O responsável considerou que a pirataria tem uma função benéfica para o mercado legal de conteúdos digitais, ajudando a criar procura. A Netflix posiciona-se de forma a tirar partido desse apetite criado pelos sites ilegais para os conteúdos digitais, com uma oferta competitiva e intuitiva, explicou ainda o mesmo responsável.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 100 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal