Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

13/09/2013 - Olhar Direto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Aposentado vai ao banco sacar benefício e descobre que outra pessoa retirou o dinheiro antes


O documento apresentado pelo falsário é bem diferente do verdadeiro. O nome e o CPF até são idênticos, mas as outras informações não. As falhas começam pelas fotos. Seu José Teodoro é branco e magro. O bandido negro e gordo. A identidade do estelionatário tem um número a mais.

Só o nome da suposta mãe aparece no documento, Virgínia Rodrigues de Melo. O detalhe é que a mãe do José Teodoro se chama Vergínia Rodrigues de Melo. As assinaturas também não batem. O criminoso escreve por extenso e a vítima costuma usar rubrica.

O caso foi registrado na delegacia de Sobradinho que investiga o caso. O INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) esclareceu que a sua única responsabilidade no pagamento de aposentadorias é no repasse de informações do beneficiário e dos recursos para o benefício, diretamente aos bancos pagadores. Já o banco reconheceu o erro através de nota e informou que já entrou em contato com a vítima para resolver o problema.

O documento apresentado pelo falsário é bem diferente do verdadeiro. O nome e o CPF até são idênticos, mas as outras informações não. As falhas começam pelas fotos. Seu José Teodoro é branco e magro. O bandido negro e gordo. A identidade do estelionatário tem um número a mais.

Só o nome da suposta mãe aparece no documento, Virgínia Rodrigues de Melo. O detalhe é que a mãe do José Teodoro se chama Vergínia Rodrigues de Melo. As assinaturas também não batem. O criminoso escreve por extenso e a vítima costuma usar rubrica.

O caso foi registrado na delegacia de Sobradinho que investiga o caso. O INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) esclareceu que a sua única responsabilidade no pagamento de aposentadorias é no repasse de informações do beneficiário e dos recursos para o benefício, diretamente aos bancos pagadores. Já o banco reconheceu o erro através de nota e informou que já entrou em contato com a vítima para resolver o problema.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 81 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal