Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

13/09/2013 - Capital News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia descobre nova fraude para obter CNH em Campo Grande

Por: Samira Ayub


Após investigações a Corregedoria do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran/MS) com o auxílio da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Defraudações (Dedfaz), prendeu durante uma prova prática na quinta-feira (12), dois instrutores de autoescola que tentavam fraudar o exame.

Segundo o delegado titular da Dedfaz, Valmir Moura Fé, a técnica em enfermagem Rosimeire da Silva Moreira, de 43 anos, reprovou três vezes no exame prático para obter o documento, diante de mais uma prova, o instrutor Francisco Osmildo Bezerra, de 56 anos, tentou “ajudar” sua aluna a obter a CNH.

Para essa ajuda, o instrutor do Centro de Formação de Condutores Globo, pediu R$ 1.700,00 para Rosimeire, e apenas disse para a aluna que “daria um jeito” para ela sair habilitada. Após o pagamento da “ajuda”, Francisco procurou outro instrutor, Roberto de Oliveira Souza, de 38 anos, que trabalha na autoescola Speed, em Campo Grande, e Jaguar, em Jaraguari.

Segundo Moura Fé, Osmildo pediu para Roberto colaborar com a ajuda, e com a promessa de receber R$ 350,00, Roberto procurou um homem identificado como Doca, que receberia R$ 750,00 para encontrar uma mulher que pudesse se passar pela Rosimeire.

A motorista autônoma, Vanilda Gama Rodrigues, de 41 anos, receberia R$ 400,00 para fazer a prova no lugar de Rosimeire. Ontem, Vanilda compareceu no órgão para realizar a prova, e apresentou um RG falso com o nome e dados de Rosimeire.

Vanilda chegou a concluir a prova de baliza e, como foi aprovada, se preparava para o percurso na rua quando foi abordada pelos agentes, acabou confessando o crime e foi presa em flagrante por crime de falsidade ideológica.

Osmildo acompanhava a realização do exame, como todos os demais instrutores, e também foi preso em flagrante. Em seu depoimento, Osmildo afirmou que não receberia nada pela “ajuda” e que seria na “amizade” para ajudar a aluna.

O instrutor afirmou ainda que o dono da autoescola Globo não tem conhecimento do golpe, mas segundo o delegado, o proprietário será ouvido pela Dedfaz.

Já Rosimeire alegou que fica muito nervosa ao realizar o exame prático, e por isso, aceitou a “ajuda”de Osmildo. A técnica em enfermagem estava em casa no momento da prova prática aguardando o resultado. Segundo ela, não sabia como seria a fraude.

Moura Fé informou que o Detran/MS fará uma apuração para verificar se existem outras fraudes promovidas pelos instrutores. Segundo ele, todos os candidatos que apresentaram dificuldades ao realizar o exame prático poderão ser investigados.

Francisco, Roberto e Vanilda irão responder por falsidade ideológica e podem pegar de dois a cinco anos de prisão. Rosimeire responde em liberdade porque não foi presa em flagrante, já que estava em casa.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 149 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal