Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

22/11/2012 - O Tempo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Detalhes evitam golpes comuns

Por: Ana Paula Pedrosa

Manter o antivírus atualizado e nunca informar senhas por telefone são dicas.

No fim de ano, época em que aumentam as transações financeiras, os consumidores devem ficar atentos às tentativas de fraude. [/TEXTO_NORMAL]Em 2012, as perdas dos bancos decorrentes de fraudes eletrônicas dos mais variados tipos vai somar R$ 1,4 bilhão, cifra 6,7% menor do que a registrada no ano passado. Para não cair em golpes, o consumidor deve ficar atento ao fazer as transações, diz a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

O coordenador Comissão Fraudes Eletrônicas da Febraban, Cesar Augusto Faustino, explica que os bancos monitoram as atividades dos clientes para identificar e checar ações que fujam ao padrão. "Quaisquer anormalidades podem gerar alertas, que vão desde um simples contato feito pela agência até a paralisação da transação", explica. Em 2011, os bancos investiram R$ 18 bilhões em tecnologia da informação mas, para garantir a segurança é preciso que o consumidor também faça a sua parte.

Entre as dicas de segurança estão manter os softwares e antivírus atualizados, não usar computadores públicos para acessar contas, ter cuidado ao abrir e-mails e não fornecer senhas e outros dados pessoais via telefone ou e-mail. As orientações, segundo Faustino, valem para o ano todo, mas são ainda mais importantes em época de compras de Natal.

As transações via internet hoje representam 24% do total de movimentações financeiras no país. As fraudes, embora representem um prejuízo financeiro grande, atingem apenas 0,007% dessas transações, de acordo com a Febraban.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 52 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal