Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

02/12/2011 - Bulhufas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

8 da cada 10 correios eletrônicos são spam ou fraude

Por: Jessica A.


Os ciberdeliquentes usam o correio lixo para estafar a suas vítimas mais que para infectar seus computadores com um vírus, com o objetivo de roubar informação, de acordo com um estudo realizado por G Data Security Labs.

“No passado, os estafadores utilizavam arquivos adjuntos infectados; agora contêm enlaces que, mediante enganos e todo tipo de promessas, conduzem à vítima a sites maliciosos. Mas a maioria respondem a um padrão similar e qualquer que esteja familiarizado com eles poderia os reconhecer ao instante, inclusive se o filtro anti-spam não o fez previamente”, explica Benzmüller, citado pelo site especializado PortalTic.

O elevado número deve-se a que o envio de mensagens em massa é econômico e pode dar bons resultados. Um milhão de e-mails custa ao redor de 400 dólares e quanto mais, mais barato ainda.

Conselhos para evitar um spam

Para não ser vítima do spam, G Data publicou alguns conselhos básicos. Eliminar ao instante e sem abrir os correios com remetentes desconhecidos ou com nomes estranhos é a regra de ouro. Também se deve ignorar as mensagens escritos em outro idioma, ainda que sejam de conhecidos.

Se o correio tem enlaces, não se deve fazer clique sobre eles porque poderiam conduzir a um lugar perigoso. Também não há que responder, já que se indica ao spammer emissor que a conta de correio eletrônico está ativa.

Por outro lado, não se recomenda introduzir a direção de correio eletrônico de maneira indiscriminada em foros online, livros de convidados ou lojas online, dado que podem ser encontradas pelos ciberdelinquentes. Para estes casos, o melhor seria criar uma segunda direção de correio eletrônico e utilizá-la somente para esses fins.

Por último, há que evitar dar informação de dados pessoais ou bancários ou encher formulários.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 66 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal