Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

28/08/2013 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MG: PF prende ex-prefeito e empresário suspeitos de fraude em prefeitura


A Polícia Federal de Montes Claros prendeu nesta quarta-feira, durante a operação Odin II, um empresário, um engenheiro e um ex-prefeito da cidade de Coração de Jesus, no norte de Minas Gerais. O grupo é suspeito de desviar pelo menos R$ 2 milhões dos cofres da prefeitura da cidade. O nome dos detidos não foi revelado pela PF.

Segundo a Polícia Federal, além de presos, os acusados também foram denunciados por desvio e apropriação de recursos públicos juntamente com três outras pessoas que integravam a comissão de licitação da prefeitura de Coração de Jesus na época dos crimes.

De acordo com a PF, investigações apuraram que obras públicas contratadas pela prefeitura da cidade junto a empresas, com licitações fraudadas, estavam sendo executadas por maquinário e trabalhadores pagos pelo município.

As investigações apontaram também a existência de fraude na concessão e saque de verbas destinadas ao pagamento de Tratamento Fora de Domicílio (TFD). De acordo com a PF, os benefícios eram criados pelos fraudadores de forma fictícia em nome de terceiros e sacados em proveito próprio.

A decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), que autorizou a realização das buscas, determinou também a aplicação de medidas cautelares contra os investigados - o prefeito, e também o secretário de Transportes, o ex-secretário de Saúde e um contador da cidade.

Segundo a PF, além de terem o exercício de suas funções públicas suspensas, os investigados estão proibidos de acessar os prédios da prefeitura de Coração de Jesus e suas secretarias.

Os investigados também estão proibidos de estabelecer qualquer comunicação entre si ou com qualquer funcionário da administração pública, testemunhas e construtoras investigadas.

A Justiça determinou também que fossem colocadas tornozeleiras de monitoração eletrônica nos investigados. De acordo com a PF, caso as medidas não sejam cumpridas, a prisão preventiva dos suspeitos será decretada.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 76 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal