Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

05/09/2013 - TN Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MP vai incinerar mais de 2 milhões de peças piratas em Apucarana

Local da incineração ainda não foi divulgado pelo Ministério Público.

O Ministério Público (MP) confirmou nesta quinta-feira (5) que deve incinerar nesta semana parte de produtos falsificados (piratas) apreendidos durante duas operações realizadas recentemente em Apucarana. O local da incineração ainda não foi divulgado.

De acordo com o promotor Vilmar Fonseca, parte das mercadorias será descaracterizada com autorização dos proprietários das respectivas marcas e posteriormente serão doados a entidades de assistência social. O montante de produtos apreendidos supera a 2 milhões de peças, além de acessórioa como etiquetas e tags utilizados na falsificação de camisetas, bonés e outros itens.

Mandados de busca - O promotor Vilmar Fonseca acrescentou que nesta semana foi cumprido mandado de busca e apreensão em duas facções na Cidade do Trabalho (no antigo IBC, no Parque Bela Vista, na zona norte de Apucarana), do propriedade do empresário apucaranense Sebastião Rubslei Vilas Boas, 49 anos, e do filho dele, Bruno Cordeiro Miranda Vilas Boas, 24 anos, detidos em Manaus sob a acusação de liderarem um esquema milionário de falsificação de marcas.

As investigações da polícia do Estado de Amazonas indicaram que o empresário era o responsável por administrar uma galeria de lojas especializadas na comercialização de produtos contrabandeadas do Paraguai e confecções falsificadas, produzidasde Apucarana. De acordo com Vilmar Fonseca, no local "há fortes indícios" da fabricação de produtos piratas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 166 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal